Terça-feira, 5 de Agosto de 2008
comentar

Eis que Mário Soares resolveu dar mais um ar de sua graça. E ainda não refeito da última derrota que a população portuguesa lhe deu, em especial o eleitorado socialista, decidiu atacar, através de artigo de opinião publicado no Diário de Noticias, o Presidente da República, não no conteúdo, mas apenas na forma e no timing.

 

Li o texto com atenção! Decidi procurar algo em que estivesse em acordo com o ex Presidente. E encontrei! Por isso nada melhor do que transcrever aqui as frases de minha concordância:

 

«Quando os portugueses comuns estão preocupados - talvez mesmo angustiados - com outras questões, bem mais importantes, para eles, sejam continentais ou insulares: o custo de vida, a subir de forma exponencial; a crise energética e os seus efeitos nas bolsas de todos nós e nas empresas; a crise financeira, que afecta directamente todos os que têm acções na bolsa e, indirectamente, os que as não têm; o desemprego, que está a crescer não só em Portugal como na nossa vizinha Espanha, o que também nos afecta, a prazo (...)»

 

A dúvida que agora se levanta é da qualidade da pontaria de Mário Soares.

Continua a ser certeira, perante os seus objectivos? Ou já começa a acertar em alvos que não desejava, tal a ânsia de acertar num?

 

Parece que o objectivo do artigo de opinião era criticar Cavaco Silva. Mas lendo o segundo paragrafo percebe-se que em S. Bento as orelhas ficaram (bem) quentes.

Tags: ,
7 comentários:
De Anónimo a 5 de Agosto de 2008 às 14:48
Uma no cravo e outra na ferradura.


De André Moz Caldas a 5 de Agosto de 2008 às 20:33
O que é certo, meu caro amigo Rodrigo, é que nenhum de vós, militantes do PSD, veio a terreiro dizer bem do vosso candidato de então e agora Presidente da República.

Dizer mal é, de facto, mais simples. O PS não se envergonha com os dizeres de Soares. Vive muito bem com o livre-pensamento.

Boas férias!



De Rodrigo Saraiva a 6 de Agosto de 2008 às 00:37
André,

limitando-me aqui ao Câmara, pelo menos o Tiago defendeu o Presidente da República nesta sua atitude.
Eu não o fiz aqui co Câmara, mas sim no PiaR. Antes e depois.
Mas nós também prezamos, pelo menos eu, o livre pensamento, por isso é que também já critiquei o actual Presidente da República, nomeadamente por ter excluido o BE de uma iniciativa dedicada a participação politica da juventude. Fi-lo aqui no Câmara e, visto que tive oportunidade, até o fiz pessoalmente.
abraço


De Paulo Ferreira a 6 de Agosto de 2008 às 09:24
Tem nada a ver, nem o pequeno facto Presidencia - BE é sequer comparãvel, nem o André estava a falar no geral, estava apenas a falar deste blog, do Camara de Comuns, onde ele escreve e tu também....
Rodrigo, parecias 8 anos mais novo e de volta à rua Padre Gregório Verdonk, que justificações mais mal amanhadas....!eheheheheh


De André Moz Caldas a 6 de Agosto de 2008 às 12:36
Se o Rodrigo estivesse 8 anos mais novo e na Gregório Verdonk, eu estava a apoiá-lo concerteza...


De Paulo Ferreira a 6 de Agosto de 2008 às 14:04
E eu estaria no outro lado, imagina o desperdício imenso de capital humano...eheheheheh!
Bons tempos, bons tempos....já tenho saudades de ter adversários com categoria, há quanto tempo!


De Rodrigo Saraiva a 7 de Agosto de 2008 às 14:41
Good Old Times :)

e como diz a música ... "ai que saudades eu sinto em mim ..."


Comentar post

Pesquisar
 
Contactos
camaradecomuns@sapo.pt

Editorial

Visitantes online

Comentários Recentes
Para mim casamento deve ser entre um homem e uma m...
Caro RFCom a modéstia com que foi escrito, podes t...
N sei q espirito deus aspirou pr a Africa. este co...
Mocambique està mais que tudo isto, sinto d...
e há cartas que nunca chegam.
Aguem colocou esta carta excelente na página de PP...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Everdade este pais precisa de um bom governador k ...
Casino EstorilA falta de escrúpulos veio para fic...
Tags

todas as tags

Links

Esquerda

5 dias
A barbearia do senhor Luís (Luís Novaes Tito)
A Busca pela Sabedoria (Micael Sousa)
A Forma e o Conteúdo (José Ferreira Marques)
A Forma Justa (Tiago Tibúrcio)
A Linha-Clube de Reflexão Política
A Nossa Candeia (Ana Paula Fitas)
Absorto (Eduardo Graça)
Activismo de Sofá (João R. Vasconcelos)
Adeus Lenine
Arrastão
Aspirina B
Banco Corrido (Paulo Pedroso)
Bicho Carpinteiro
Câmara Corporativa
Câmara de Comuns
Cantigueiro
Causa Nossa
Cortex Frontal
Defender o Quadrado (Sofia Loureiro dos Santos)
Der Terrorist (José Simões)
Entre as brumas da memória (Joana Lopes)
Esquerda Republicana
Hoje há conquilhas (Tomás Vasques)
Irmão Lúcia (Pedro Vieira)
Jovem Socialista
Jugular
Ladrões de Bicicletas
Les Canards libertaîres
Léxico Familiar (Pedro Adão e Silva)
Loja de Ideias
Luminária
Machina Speculatrix (Porfírio Silva)
Maia Actual
Mãos Visíveis
Mário Ruivo
Metapolítica (Tiago Barbosa Ribeiro)
Minoria Relativa
O Grande Zoo (Rui Namorado)
O Jumento
O Povo é Sereno
Raiz Política
Rui Tavares
Spectrum
Vias de facto
Vou ali e já venho (André Costa)
Vozes de Burros

Direita

31 da Armada
4R – Quarta República
A Arte da Fuga
A Douta Ignorância
A Origem das Espécies (Francisco José Viegas)
Abrupto (José Pacheco Pereira)
Albergue Espanhol
Alunos do Liberalismo
Blasfémias
Causa Monárquica (Rui Monteiro)
Clube das Repúblicas Mortas (Henrique Raposo)
Corta-fitas
Delito de Opinião
Era uma vez na América
Estado Sentido
Geração Rasca
Herdeiro de Aécio
Macroscópio
Menino Rabino (Marco Moreira)
Mercado de Limões (Tiago Tavares)
Minoria Ruidosa (Miguel Vaz)
O Cachimbo de Magritte
O Diplomata (Alexandre Guerra)
O Insurgente
Ordem Natural (Rui Botelho Rodrigues)
Palavrossavrvs Rex (Joaquim Carlos Santos)
Portugal Contemporâneo
Portugal dos Pequeninos
Psicolaranja
República do Caústico (João Maria Condeixa)
Rua da Judiaria
Suction with Valcheck
União de Facto

Outros

A Baixa do Porto (Tiago Azevedo Fernandes)
A Cidade Deprimente
A Cidade Supreendente
A Terceira Noite
Clube dos Pensadores (Joaquim Jorge)
De Rerum Natura
É tudo gente morta
Horas Extraordinárias (Maria do Rosário Pedreira)
Notas ao Café
O Diplomata
Arquivo

Abril 2015

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008