Sexta-feira, 13 de Junho de 2008
comentar

 

Não foram feitas quaisquer sondagens à boca de urna e a última consulta aos eleitores, publicada domingo no jornal irlandês Sunday Business Post, indicava que 42 por cento tencionava votar 'sim' e 39 por cento 'não', uma diferença de apenas três por cento entre os dois campos, com uma percentagem significativa de indecisos.

Uma anterior sondagem, publicada sexta-feira pelo Irish Times, dava a vitória ao 'não', com 35 por cento das intenções de voto, contra apenas 30 por cento para o 'sim'.

 

Embora os resultados finais só sejam apresentados esta tarde, a cadeia de televisão irlandesa RTE anuncia que as primeiras indicações matinais, baseadas nas contagens parciais de alguns círculos eleitorais, dão um ligeiro avanço ao «não».

 

 

Irlanda vota não , irlandeses rejeitam Tratado de Lisboa, Ministro da Justiça irlandês afirma que os primeiros resultados indicam que Tratado será rejeitado, rejeição irlandesa é um golpe para a Europa

 

Declarações de Luis Amado sobre o referendo irlandês

 

Em casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão, enorme abstenção, voto "útil" contra a insegurança económica, contra a diminuição do nível/qualidade de vida, contra a redução de expectativas económicas mundiais/nacionais, contra o aumento do desemprego na terra do "milagre económico" onde existem muito menos auto-estradas que em Portugal mas muito melhor educação/formação/investigação....mas reage da mesma forma à adversidade e à insegurança como qualquer outro povo, mesmo latinos!

Desconfiança no que está escrito num Tratado demasiado complexo e receios em relação ao futuro imediato, parece-me ter sido a reacção expectável do povo irlandês, o NO foi um voto militante e presente, o YES foi sabotado pela pouca convicção e motivação que conduziu a esta abstenção muito elevada.

Votar NO foi dizer "depois vemos, conseguimos um melhor DEAL que este, não percebo bem o que o diz o Tratado portanto não quero".

Como teria sido cá?Apesar de todo o circo e chicana politica, com todo o populismo e manipulação à mistura, com PCP e BE a bloquearem, desculpem, a apelarem a todos os medos e receios, a acenarem com todos os fantasmas, com o PPD e PP divididos e com uns artistas da camionagem, desculpem, da comunicação, a empolarem receios, mesmo assim, acredito que teria facilmente ganho o SIM em Portugal!

 

Adenda: a Sky News informa que o YES vencerá apenas em 6 dos 43 "distritos eleitorais", diz também que Durão Barroso terá afirmado que não existe Plano B...e parece que na Grã-Bretanha avança uma greve dos camionistas também.Tornou-se uma pandemia!

Infelizmente a Sky News informa que faleceram 5 pára-quedistas britânicos nos ultimas 48 horas no Afeganistão...a seguir à ex-Jugoslávia, a seguir ao Iraque Parte 2, a seguir à Tchetchénia, tendo em conta o dossier Iraniano e a enorme estupidez chamada Kosovo, analisando o dossier energético do ponto de vista da Rússia, parece mesmo que nada corre bem para a politica externa europeia...

O Afeganistão é hoje mais perigoso, o tráfico de opiáceos mantém-se estável, os talibãs ressurgem, Bin Laden nem vê-lo, e o Paquistão fica mais instável a cada dia que passa...

Tags: , ,
2 comentários:
De a 13 de Junho de 2008 às 13:55
Até que enfim alguem diz Não a este tratado sabujo, submisso e nojento.
Os irlandeses contrariam o arrogante Sócrates..
Coitadinho, agora via amuar..
Grande sexta-feira 13!! :)
PARABÉNS :)


De BNG a 13 de Junho de 2008 às 17:35
Metam o Guterres a "governar" a União Europeia. Precisamos de negociadores e não de capitalistas liberais a tentarem subjugar séculos de cultura e histórias nacionais em nome de um espaço "económico" que vise competir com as novas potências económicas mundiais e com os EUA. Este foi um caminho que se tentou e não deu resultados. Por mim fico aliviado. Perturba-me o facto de cada vez mais os centros de decisão estarem fora dos países, o que se comprova pela percentagem de legislação europeia que se incorpora na nossa via tradução.


Comentar post

Pesquisar
 
Contactos
camaradecomuns@sapo.pt

Editorial

Visitantes online

Comentários Recentes
Para mim casamento deve ser entre um homem e uma m...
Caro RFCom a modéstia com que foi escrito, podes t...
N sei q espirito deus aspirou pr a Africa. este co...
Mocambique està mais que tudo isto, sinto d...
e há cartas que nunca chegam.
Aguem colocou esta carta excelente na página de PP...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Everdade este pais precisa de um bom governador k ...
Casino EstorilA falta de escrúpulos veio para fic...
Tags

todas as tags

Links

Esquerda

5 dias
A barbearia do senhor Luís (Luís Novaes Tito)
A Busca pela Sabedoria (Micael Sousa)
A Forma e o Conteúdo (José Ferreira Marques)
A Forma Justa (Tiago Tibúrcio)
A Linha-Clube de Reflexão Política
A Nossa Candeia (Ana Paula Fitas)
Absorto (Eduardo Graça)
Activismo de Sofá (João R. Vasconcelos)
Adeus Lenine
Arrastão
Aspirina B
Banco Corrido (Paulo Pedroso)
Bicho Carpinteiro
Câmara Corporativa
Câmara de Comuns
Cantigueiro
Causa Nossa
Cortex Frontal
Defender o Quadrado (Sofia Loureiro dos Santos)
Der Terrorist (José Simões)
Entre as brumas da memória (Joana Lopes)
Esquerda Republicana
Hoje há conquilhas (Tomás Vasques)
Irmão Lúcia (Pedro Vieira)
Jovem Socialista
Jugular
Ladrões de Bicicletas
Les Canards libertaîres
Léxico Familiar (Pedro Adão e Silva)
Loja de Ideias
Luminária
Machina Speculatrix (Porfírio Silva)
Maia Actual
Mãos Visíveis
Mário Ruivo
Metapolítica (Tiago Barbosa Ribeiro)
Minoria Relativa
O Grande Zoo (Rui Namorado)
O Jumento
O Povo é Sereno
Raiz Política
Rui Tavares
Spectrum
Vias de facto
Vou ali e já venho (André Costa)
Vozes de Burros

Direita

31 da Armada
4R – Quarta República
A Arte da Fuga
A Douta Ignorância
A Origem das Espécies (Francisco José Viegas)
Abrupto (José Pacheco Pereira)
Albergue Espanhol
Alunos do Liberalismo
Blasfémias
Causa Monárquica (Rui Monteiro)
Clube das Repúblicas Mortas (Henrique Raposo)
Corta-fitas
Delito de Opinião
Era uma vez na América
Estado Sentido
Geração Rasca
Herdeiro de Aécio
Macroscópio
Menino Rabino (Marco Moreira)
Mercado de Limões (Tiago Tavares)
Minoria Ruidosa (Miguel Vaz)
O Cachimbo de Magritte
O Diplomata (Alexandre Guerra)
O Insurgente
Ordem Natural (Rui Botelho Rodrigues)
Palavrossavrvs Rex (Joaquim Carlos Santos)
Portugal Contemporâneo
Portugal dos Pequeninos
Psicolaranja
República do Caústico (João Maria Condeixa)
Rua da Judiaria
Suction with Valcheck
União de Facto

Outros

A Baixa do Porto (Tiago Azevedo Fernandes)
A Cidade Deprimente
A Cidade Supreendente
A Terceira Noite
Clube dos Pensadores (Joaquim Jorge)
De Rerum Natura
É tudo gente morta
Horas Extraordinárias (Maria do Rosário Pedreira)
Notas ao Café
O Diplomata
Arquivo

Abril 2015

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008