9 comentários

 

Em primeiro lugar gostaria de frisar o meu contentamento ao constatar nestes últimos dois dias, o grande interesse da classe política e da blogosfera nas listas do Partido Social-Democrata. Só revela a importância que os processos internos do PSD têm para todos. O mesmo não aconteceu noutros partidos.

 

Em relação às listas em concreto desejo fazer 3 comentários:

 

  1. A renovação. Há alguns nomes novos e alguns regressos porém poder-se-ia ter chegado mais longe na obtenção deste objectivo. A renovação também em termos de idade é um imperativo dados os desafios que a nova lei de limitação dos mandatos coloca. Estas listas eram uma oportunidade para dar um sinal claro de uma estratégia de desenvolvimento e promoção de quadros jovens no partido acautelando o futuro. Ficou-se àquem do esperado.
  2. A escolha de algumas figuras é inusitada ou de difícil explicação, pelas críticas que geram e que poderiam ser evitadas e problemas internos que criam, bem como a selecção de vários cabeças-de-lista para os distritos em que concorrem. O próximo acto eleitoral representa um grande desafio para o PSD. Desafio esse que pode vencer, ao contrário do que acontecia há alguns meses. Como tal a elaboração das listas revestia-se de uma importância acrescida. Os nomes contemplados seriam analisados ao milímetro, pelo que a sua escolha deveria ter sido feita com especial cuidado não dando qualquer margem de manobra aos adversários.
  3. Poder-se-á dizer que as escolhas para cabeça-de-lista à revelia das distritais acarretará o afastamento das bases. Tal poderá acontecer, no entanto boa parte das distritais em que tal aconteceu foram daquelas que menos se empenharam nas últimas eleições europeias e no apoio à liderança actual. O que nos leva à conclusão de que a direcção do partido preferiu cerrar fileiras e nomear pessoas da sua confiança para os vários lugares. Optou-se pela lealdade. Ao contrário do que muitos pensam não é uma aposta arrojada de MFL. Se ganhar as eleições, todas as críticas se desvanecerão. Se as perder, independentemente da estratégia adoptada, o resultado seria sempre conturbação interna e o fim de ciclo. No entanto poderá pagar o preço pela instabilidade gerada no partido.

Posto isto, espero que o PSD não entre num processo autofágico nesta altura do campeonato, pois tal poderá ter graves consequências para o partido e sobretudo para o País.

Tags: ,
3 comentários

Será este o título dos jornais de amanhã?

Tags: ,
comentar

Não, não vou falar no novo-velho look de MFL e os óculos de sol retro-pós-modernos, vou apenas apontar mais um ponto que a leva a ser PIOR que o pior de LFMenezes ou de PSLopes e obviamente uma pálida amostra do que poderia ter sido a liderança de PPCoelho.

Ora, para a Dona Manuela o Primeiro Ministro é a cara do aumento de criminalidade, em 2008, soa a populismo?Sim,atroz, grotesco e aviltante, claro, mas o pior é que os bons quadros do PSD devem estar mesmo todos com PPC pois não deve ter sobrado nenhum para avisar a senhora que então o Primeiro Ministro será também a cara da notável diminuição da criminalidade em 2007!Ora nem uma nem outra são linearmente verdades absolutas e muitos factores internos e externos contribuíram e continuam a contribuir para a ENORME redução em 2007 e para o facto do ano de 2008, em matéria de criminalidade, se colocar ABAIXO do nível de 2006 e 2004.

Tags: ,
2 comentários

"Santana Lopes serve para candidato a presidente da CML, o estilo demagógico e populista não servia era para as legislativas"....... 15/1/2009

 

Entrevista de Manuela Ferreira Leite à revista Sábado de 29 de Maio de 2008

 

Tags: , , ,
7 comentários

E José Sócrates representa o socialismo democrático com politicas social democratas, claro, obvio, nítido...e ainda bem!

MFL disse que "em democracia as ajudas deveriam funcionar de forma clara e igual para todos", errado. As ajudas deveriam funcionar de forma CLARA e diferenciadas entre quem MAIS precisa ou entre sectores/empresas que VALE A PENA apoiar, penso eu!

Mas a socialista ortodoxa Manuela Ferreira Leite tem uma outra ideia, ora se a extrema-esquerda (PCP,BE) disputa o eleitorado de esquerda, o PS situa-se à esquerda e disputa esse eleitorado,sabendo que o CDS/PP não convence ninguém, abandona toda a direita, esquece todos os liberais e assenta arraiais na....Esquerda! Por omissão, esquecimento ou desilusão estes votarão inevitavelmente no PSD suspirando por um PPD liderado por Pedro Passos Coelho....

 

Esperta esta cachopa, quem é que lhe ensinou estes truques, o Tio Pacheco Pereira?

                                                

Tags: , , , , , ,
comentar

O fogo alastra e não falta quem meta gasolina.... já parece um Caldeirão!

Tags: , ,
comentar

 

Tags: , ,
comentar

"Surpreende-me que seja você a levantar esta questão..." - Cavaco Silva, na RTP, não respondendo a um jornalista desta empresa acerca de um comentário solicitado sobre a polémica envolvendo Dias Loureiro. 

 

Aníbal Cavaco Silva nem mesmo a jornalistas que já conhece há muito tempo permite a "ousadia ou o atrevimento" de colocar "determinadas questões".Perguntar ao Presidente da República acerca dum Conselheiro de Estado...realmente, ele há cada descaramento!

Por outro lado Manuela Ferreira Leite não quer que seja a Comunicação Social a escolher as noticias que divulga.

 

Definitivamente, filha de peixe sabe nadar.

Tags: , , ,
comentar

Devo confessar que estou verdadeiramente espantado com a sucessão de frases bizarras, e não tiradas do contexto, que a líder do PSD tem produzido nas últimas semanas. Qualquer pessoa que acompanha de perto a política já sabia que o interesse de Manuela Ferreira Leite em assuntos de “política geral” não é grande. Com excepção do período em que foi líder parlamentar de Marcelo Rebelo de Sousa e do sacrifício que fez quando foi ministra da Educação, Ferreira Leite sempre desenvolveu o seu trabalho político na mesma área. Ora isto não é, necessariamente, um ‘handicap’ : não há ninguém que não lhe reconheça uma enorme capacidade em tudo o que tem a ver com Finanças Públicas. E esta pasta continua a ser absolutamente vital para a governação de Portugal… 

Tags: , , , ,
comentar

 

 

António Lobo Xavier disse, na Quadratura, que Ferreira Leite falou na suspensão da democracia para criticar por absurdo a política de Sócrates. Vamos lá ver se compreendi:


1. Sócrates é autoritário (tal como pretende a Dr.ª Manuela e o acólito Paulo Rangel);


2. Ferreira Leite acha, aliás, que a avaliação dos professores deveria ser suspensa, porque a reforma do sistema educativo não pode ser feita contra os professores;


3. Mais, Ferreira Leite acha que, em democracia, é muito difícil fazer reformas por causa da oposição dos grupos socioprofissionais.

 

Peço desculpa, mas não entendi: onde é que está a crítica a Sócrates?

 

Pacheco Pereira

 

1. “Não pode ser a comunicação social a seleccionar aquilo que transmite”. Este desabafo lá vai fazendo o seu caminho. Hoje, Graça Moura Pacheco Pereira, na Quadratura do Círculo, apresenta-o sob um novo prisma: a enormidade que a Dr.ª Manuela disse foi uma manobra vergonhosa da agência Lusa. Foi para evitar estas vergonhas que Pacheco, quando era presidente do grupo parlamentar do PSD, cortou o mal pela raiz: correu com os jornalistas dos Passos Perdidos.

2. Pacheco Pereira apoia incondicionalmente Manuela Ferreira Leite, a qual quer a suspensão da avaliação dos professores. Mas, a verificar-se a tal suspensão (alerta Pacheco na Sábado), será a “derrota (…) total” — seguindo-se “um longo período de impossibilidade de reformas, com as escolas e os professores voltando rapidamente ao statu quo ante.” Perceberam?

3. Pacheco Pereira quer que “em última instância o principal avaliador de escolas e professores [seja] a performance escolar dos alunos.” Tem Pacheco a certeza de que, a ser dado um peso excessivo à performance, isso não conduziria os professores a treinarem os alunos apenas para ultrapassar obstáculos (os exames) em lugar de os incentivar a aprender e a raciocinar?

4. Pacheco Pereira compara, na Sábado, a ministra da Educação a Leonor Beleza: as dificuldades para instituir o processo de avaliação são postas no mesmo plano que o que designa por “falta de cuidado com que [a ex-ministra da Saúde] permitiu as trapalhadas envolvendo o seu ministério”. É feio brincar com coisas sérias: Leonor Beleza esteve envolvida no processo dos hemofílicos (conduzido para a prescrição), em que morreram pessoas, para além de ter deixado gravitar à sua volta casos de corrupção (conduzidos para a prescrição).

 

Sob este tema aconselho a não perder a oportunidade de ler também este texto no Jumento

Tags: , , ,
2 comentários

Mário Nogueira pode chamar canalha ao Primeiro Ministro e à Ministra da Educação, aos microfones duma rádio, que não tem problema nenhum, o Presidente da República pode questionar a Lusa sobre o espaço dado a uma noticia, tudo normal.Nos tempos do Luís Delgado é que a Lusa era boa e imparcial, agora deve andar "manipulada e manietada"!

 

Neste contexto politico-mediático porque diabo haveria de ser um problema MFL meter os pés pelas mãos com o salário mínimo nacional, desemprego ucraniano e cabo-verdiano, obras públicas e suspensão da democracia?São lapsos (ou não!) que demonstram falta de jeito, de vontade ou empenho, que provam erros passados ou presentes, mas fazer disto um circo também não vejo qualquer necessidade ou justificação.

MFL é um "zombie-politico" (*) e apenas a manifesta falta de qualidade da liderança do CDS/PP impede o PPD/PSD de sofrer uma razia no seu eleitorado mais à direita.

Tivesse o CDS/PP um lider com "aroma liberal e sabor não recauchutado" que certamente cresceria exponencialmente, mas não, Paulo Portas é o seguro de vida do PPD/PSD.

Por enquanto, no futuro, com Pedro Passos Coelho na liderança laranja a chamar a si os "liberais","proto-liberais" e "wanna be liberais" o CDS/PP vai definhar...ainda mais.

 

Vamos fazer um teste...e se eu chamar canalha ao Mário Nogueira?E se eu chamar canalha ao Mário Nogueira numa rádio em directo?E se eu o fizer enquanto representante de alguma organização ou instituição?

Estaria a ser mal educado, a faltar ao respeito ao senhor Mário Nogueira e à organização ou instituição que o mesmo representa, estaria a conspurcar o nome da organização ou instituição em nome da qual eu próprio estivesse a falar....PRECISAMENTE!

Posto isto, o que dizer da conduta de Mário Nogueira?E da imagem que reflecte sobre a organização, ou organizações, que representa?

 

(*) Nota - por "zombie-politico" entenda-se alguém que no desempenho ou cumprimento de um cargo ou missão politica ultrapassa a etapa ou patamar a partir da qual já não tem qualquer hipótese ou esperança de alcançar qualquer sucesso ou vitória, por mínima que seja.Quer esteja consciente ou inconsciente dessa mesma realidade.

Tags: , , , , ,
comentar

Alberto João Jardim afirmou não ter fé na estratégia do Governo para a resolução da crise financeira, mas lançou a ideia que Manuela Ferreira Leite pode ser a solução para Portugal. Ou ando distraído, ou Manuela Ferreira Leite ainda não apresentou qualquer proposta.

 

José Sócrates e o seu governo vivem momentos difíceis: a propaganda não disfarça as dificuldades que todos sentimos, e o Governo parece não ter grande solução. É verdade porém que muitos desses problemas advêm da conjuntura internacional, e um país periférico como Portugal sofre muito com estas. Ainda assim, e mesmo que mal, vê-se no governo vontade de mudar o estado das coisas e de contribuir, dentro das suas limitadas capacidades, para uma tentativa de mudar alguma. É pouco, muito pouco, mas melhor que nada.

 

Da parte de MFL, só se vê uma coisa: tenta esconder os apontamentos para ter melhor nota que os outros "meninos", para que no fim se possa dizer que tinha a solução e que os outros não têm qualidade. É no momento de crise que devemos todos remar para o mesmo lado, e parece-me patético uma candidata a primeiro-ministro (será que é mesmo???) "esconder o jogo" na actual conjuntura.

 

O que sinto cada vez mais é repulsa pela nossa classe política, duma ponta a outra. A demagogia impera e a falta de soluções e propostas reais é gritante. É verdade que em termos técnicos são melhores que em muitos países, como se pode ver pela candidatos à casa branca, que conseguem o feito inédito de ambos perderem os debates em que participam. Mas a mesquinhez e mentalidade "pequenina" que demonstram numa situação em que o país precisa deles, condicionando a sua acção em função de estratégias puramente eleitoralistas, é danosa para todos nós. E isto é real para Governo e oposição. Nisto seguem a mesma bitola.

 

Por isso lanço um repto, que de certo não será atendido: que a líder do PSD avance com uma estratégia para abordar a crise. Eu gostaria muito de ouvir o que tem a dizer, e como eu, decerto muita gente. E mais uma coisa: não comecem já as conhecidas campanhas de comunicação via email. Com tanto veneno destilado pelo ciberespaço, ainda estragamos isto também.

Tags: , ,
comentar

Ou então podemos dar a este cartoon o título de Resumo das propostas alternativas e das ideias apresentadas por Manuela Ferreira Leite no "santuário" de Castelo de Vide!

 

Para confirmar é favor ler a versão integral do discurso de Manuela Ferreira Leite na Universidade de Verão do PPD/PSD.

 

 

Uma boa análise sobre este mesmo tema

Tags: ,
comentar

"Depois disto, o assessor parlamentar de Cavaco Silva discorre sobre a coincidência entre uma série de eventos políticos importantes e o mês em que ocorreram. Não sendo novidade um assessor de Belém escrever sobre matérias políticas de actualidade, este não é, no entanto, a doutrina que faz fé na Presidência da República, onde a reserva é sempre a palavra de ordem desde que Cavaco Silva tomou posse.
O artigo no DE é publicado sem que o Presidente da República, que se encontra de férias no Algarve, se tenha sequer pronunciado sobre o conflito na Ossétia do Sul e numa altura em que, das altas esferas nacionais
."
Mau, mas esta "doença" que afecta o PPD é contagiosa?

Não ter ideias nenhumas, nada dizer através do líder e deixar alguns acólitos ir dizendo coisas soltas, contraditórias, sem articulação ou rumo definido sem ser o da fé que o poder cairá no colo, parece ser o timbre de Manuela Ferreira Leite e o seu "programa" para o partido, mas agora que essa técnica chegue a Belém já é bizarro...a pupila influencia o Mestre? 

Tags: ,
comentar
Manuela Ferreira Leite começou por propor no Congresso do PSD que o dinheiro das obras públicas fosse distribuído pelos pobres, para em entrevista à TVI mudar de posição, passando a defender que não havia dinheiro para grandes obras públicas ou, melhor, não sabia quanto iriam custar as obras públicas.

Esta mudança de posições nada teria de anormal se, entretanto, alguém da Presidência da República não tivesse feito chegar ao semanário SOL que a Presidência da República teria pedido informação sobre os custos das obras públicas há dois meses, sem que tenha sido dada resposta pelo governo.

O que mudou entre as duas tomadas de posição de Manuela Ferreira Leite? É evidente que na segunda posição, assumida na entrevista à TVI, a líder do PSD alinhava as suas posições com as de Cavaco Silva, não sendo de admirar que o Presidente da República tenha vindo a público reforçar a sua posição com a história das pequenas obras de que o Alentejo carece, o mesmo Alentejo que ele desprezou durante uma década, condenado por não votar no então primeiro-ministro.

Manuela Ferreira Leite está a par da agenda presidencial, tem acesso a informação privilegiada da Presidência da República, ou estamos perante meras coincidências? Depois de o Expresso ter dado conta do envolvimento da Presidência nas directas do PSD é difícil de acreditar em coincidências.

Com Cavaco Silva a Presidência da República tem-se tornado um centro de intriga política, apesar de Cavaco Silva raramente tomar posições política, muito menos sobre questões que poderão ter custos eleitorais para o próprio, os seus “assessores” multiplicam-se em intervenções não assumidas, alimentando um clima de instabilidade política. Se Cavaco Silva nada fez para combater a instabilidade económica, os seus assessores promovem um ambiente de instabilidade política.

O que pretende Cavaco Silva e a sua equipa de assessores, na sua maioria gente ligada à actual direcção do PSD?

Começa a ser evidente que pretendem interferir no processo político visando os resultados das próximas legislativas.

 

retirado d'O Jumento

Tags: , ,
comentar

Medina Carreira nunca está de acordo com nada, tudo está sempre mal, mas várias vezes surgem no seu discurso ideias interessantes e acusações que fazem sentido, com que muitos concordam sem ter coragem para as exprimir de forma directa e descomplexada.

São estes momentos que fazem valer a pena assistir à longa lista de queixumes e azedumes com que há muitos anos nos brinda repetidamente Medina Carreira.

Eu gosto, prefiro concordar e discordar de alguém frontal do que não conseguir anuir ou contrapor alguém sem ideias, sem caminhos, sem...nada!

O que é que MFLeite tem a ver com Medina Carreira?Nada em termos do que citei anteriormente mas, dado que assisti a criticas injustas em relação à idade da presidente do PPD, gostaria de destacar que Medina Carreira fez este ano 77 anos, não sendo por isso que deixou de ter o saber, a vontade, o empenho, a energia para expor ideias, convicções, criticas e opiniões, com ou sem razão, não vem ao caso.

Os 69 anos de MFL não obstam a nada nem a prejudicam em nada, é mesmo o vazio completo de ideias, a total ausência de propostas que a tornam insipiente e irrelevante.

Pior, deixa que casuisticamente (de forma oportunista e  populista) sejam outras figuras a "construir ideias" por ela, muitas sem ponta por onde se lhe pegue....

 

Medina Carreira na SIC em Março 2008

 

Excertos do "Prós e Contras", RTP1, 26 de Maio de 2008: 1  e  2

 

Medina Carreira na SIC em 2006

 

 

Tags:
comentar

Para ler............ AQUI - uma situação injusta que importa denunciar (via Corta-Fitas)

 

Uma situação lamentável e que não deveria acontecer, mas sendo possível e legal dentro do quadro que rege os seguros de saúde privados deveria então existir uma solução dentro do Serviço Nacional de Saúde.

 

Apenas um detalhe me pareceu deslocado no meio de toda esta triste história, como é que a jornalista Graça Rosendo, do semanário SOL, consegue, numa excelente reportagem sobre a injusta situação vivida por um jovem de 21 anos, o João, que tem trissomia 21, e que contratou um seguro Médis, que agora se recusa a pagar-lhe uma operação às cataratas, meter este paragrafo:

 

"Uma coisa é o SNS ser um bom serviço, de qualidade, prestado às pessoas que não têm outro tipo de recursos.Outra coisa é ser um mau serviço para todos.Foi desta forma que MLF justificou, durante a recente campanha eleitoral para a liderança do PSD, a sua proposta de por fim ao SNS universal e gratuito para todos.

Afinal, explicou a ex-ministra das Finanças - que acabou por vencer a corrida interna no PSD- "..e continua explicando, no seu ponto de vista, o que dá razão a MFL neste caso e tal..

 

Depois de ler toda a reportagem da jornalista Graça Rosendo quatro ou cinco vezes continuo sem perceber que raio de enquadramento tem a referência à opinião de MFL nesta noticia!

Por contraponto a outros lideres da oposição, por oposição a alguma opinião do governo, como charneira de outras opiniões, como paralelo a declarações de responsáveis do ministério da saúde ou da Medis, está bem, mas no meio da conclusão da jornalista apenas destacar referencias seleccionadas de MFL, lamento muito, e admito que conhecer bem a história do SOL reforça a minha opinião, mas isto parece o que é, ou disfarça mal ou imita bem!

Mais vale ver ou ler a Fox, a CBS, o Washington Post ou o NY Times,sabemos logo por quem torcem, quem apoiam, e a mensagem não fica subliminarmente desastrada.

Tags: ,
1 comentário

A lista da presidente do PSD, Manuela Ferreira Leite, ao Conselho Nacional do partido, o órgão máximo entre congressos, elegeu 20 representantes, a de Pedro Passos Coelho 16 e a de Pedro Santana Lopes cinco no XXXI Congresso do partido que hoje termina em Guimarães.
A presidente do PSD apresentou uma lista encabeçada por António Capucho. Pedro Pinto foi o primeiro nome da lista de Santana Lopes, enquanto Pedro Passos Coelho encabeçou ele próprio uma lista.
Ferreira Leite repetiu hoje o resultado conseguido em 2007 pelo seu antecessor, Luís Filipe Menezes, que elegeu também 20 dos 55 membros eleitos do Conselho Nacional.
A lista encabeçada por Luís Montenegro, que foi porta-voz da candidatura derrotada de Santana Lopes à liderança do PSD, elegeu quatro conselheiros.
A distrital do Porto do PSD, que ponderou integrar a lista de Passos Coelho mas decidiu apresentar uma lista à parte, com Agostinho Branquinho como número um, elegeu três elementos.
A lista dos Trabalhadores Social Democratas (TSD), encabeçada por Bettencourt Picanço, conseguiu igualmente três conselheiros.
A lista encabeçada por Ricardo Almeida -- constituída por elementos do grupo que em 2007 apresentou uma lista liderada por Pedro Duarte -- elegeu dois representantes.
Por último, as listas lideradas por Ângelo Pereira e Paulo Moreira elegeram um conselheiro cada uma.

Rui Machete eleito presidente da Mesa do Congresso

Da equipa proposta por Ferreira Leite foi ainda eleito Rui Machete para presidente da Mesa do Congresso do PSD e Nuno Morais Sarmento para a presidência do Conselho de Jurisdição Nacional do partido, ambos encabeçando listas patrocinadas pela líder do partido.
Machete, que obteve 470 votos, disputou o cargo com Arlindo Carvalho (254 votos), que liderava uma lista apoiada por Santana Lopes. A lista de Morais Sarmento foi a mais votada para o Conselho de Jurisdição Nacional, com 347 votos, conseguindo cinco mandatos para aquele órgão, seguindo-se a lista de Assunção Esteves, apoiada por Passos Coelho (198 votos, dois mandatos) e a de Rui Gomes da Silva, patrocinada por Santana Lopes (120 votos, um mandato).
Miguel Santos, que encabeçava uma outra lista à Jurisdição, conseguiu também ser eleito, enquanto a lista de José Miguel Bettencourt não conseguiu eleger nenhum elemento.
A Mesa do Congresso inclui, para além de Machete, os nomes de Berta Melo Cabral, Miguel Sousa, Alfredo Oliveira Henriques, Duarte Pacheco, Hernâni Almeida e Isabel Silva Soares.
O Conselho de Jurisdição passa a ser constituído por Nuno Morais Sarmento, António Montalvão Machado, Francisco José Martins, Luís Branquinho Crespo e Fernando Santos Antunes (lista de Ferreira Leite), Assunção Esteves e António Almeida Henriques (apoiados por Passos Coelho), Rui Gomes da Silva (Santana Lopes) e Miguel Santos.

 

Adenda:A presidente do PSD, Manuela Ferreira Leite, encerrou esta tarde o XXXI Congresso do partido com um discurso a alertar para a situação de emergência social que vive Portugal, considerando que se impõe a necessidade de apoios públicos para combater a pobreza e que o investimento do Governo em novas infra-estruturas deve ser questionado.

Tags: , , ,
comentar

Parabéns pela escolha PPD/PSD!!!

Para quê ter ideias, rumos definidos, ser coerente, colocar problemas ao PM e assumir rupturas?Para que enfrentar o touro pelos cornos e chamar os nomes aos bois?

Disse tudo o que era fundamental, clarificou e esclareceu, colocou desafios, definiu conceitos simples, pôs o dedo na ferida do Estado e meteu sal na ferida do populismo, meteu a fasquia da vitória em 2009 no pescoço de MFLeite de forma corajosa e elegante.

Parabéns, escolheram muito bem de facto, ao menos em 2010 não metam o Rio no lugar dum Oceano....

A Manuela não bate palmas nem sorri, Rui Rio olha para o infinito ou para o futuro, o António Arnaut bate umas palmitas, Guilherme Silva esfrega a cadeira...PPC abandona o palanque sob fortes aplausos!

 

Frase de PPC - "É mentira que a sociedade portuguesa possa oferecer tudo a toda a gente"

 

Adenda 1: lista de Santana Lopes

 

Adenda 2:lista de Pedro Passos Coelho

Tags: , , , ,
comentar

Não houve referências a Sá Carneiro, nem "sound-bites" que levantassem os delegados das cadeiras. Manuela Ferreira Leite apresentou-se ao XXXI Congresso do PSD no seu habitual estilo sóbrio e sério, alertando para as dificuldades que o País atravessa e para a incapacidade que o Governo sente em superar a crise. E até teve tempo para falar de temas queridos a Cavaco Silva. E no tom que Cavaco usava em antigos congressos social-democratas

 

Manuela à Cavaco?Não me lembro de a ver a comer bolo rei em frente das câmaras nem me recordo de Cavaco desaparecer do País durante um crise por causa de um neto, mas o EXPRESSO lá terá as suas RAZÕES para puxar pela Manuela.

 

Frase do Dia:

 

"Chegou a hora de Manuela Ferreira Leite nos dizer o que é que o país mudaria com um Governo seu" - João Marcelino - Diário de Noticias

 

 retirado do Tó Colante, descoberto via 31 da Armada

 

Adenda 1 :  vale a pena ler  A necessidade ou não de um Bloco Central , no DN ,pelo FAL

 

Adenda 2:  O candidato derrotado à liderança do PSD Pedro Passos Coelho vai encabeçar uma lista ao Conselho Nacional do partido, disse hoje um social-democrata que apoiou a sua candidatura.
A eurodeputada do PSD Assunção Esteves disse que vai encabeçar a lista apresentada por Pedro Passos Coelho ao Conselho de Jurisdição Nacional do partido.

 

Se Santana "anda por aí", Pedro Passos Coelho "está lá" mesmo!!!

PPC será incontornável no previsível Congresso do PPD de 2010, talvez em Janeiro, o "tal da sucessão de MFL e da tomada do poder por Rui Rio".

Tags: , , , , ,
2 comentários

Está encontrado o líder provisório do PPD até Rui Rio tomar conta do Partido em 2009!

Por cerca de 2000 votos de diferença...

Parabéns ao PPC pela "onda gerada" e a PSLopes pela "luta" que deu em condições muitíssimo desfavoráveis...

MFL 37%, PPC 31%,PSL 29%,PA 0,67%

 

Até já Rui Rio

 

 

Tags: , , , , ,
1 comentário

Em minuto e meio de reportagem da SIC ouvi Manuela Ferreira Leite proferir 2 belas pérolas que me permito humildemente contextualizar e corrigir.

Em relação ao título deste post gostaria de dizer que tendo em conta que o meu Camarada Mário Soares fez uma campanha presidencial inteira, sempre com energia e "rijo que nem um pero " aos 81 anos, não acredito que o problema seja a idade de MFL , só pode ser falta de jeito portanto...

 

"Em Portugal só o PCP quer chegar ao poder apenas com trabalhadores-operários ..."

 

Manuela, o PCP não quer chegar ao Poder, desistiu no dia 25 de Novembro de 1975, nem lá pode chegar perto, excepto a nível autárquico, para evitar a implosão pela falência definitiva dos dogmas e 0 fim das maquinações populares!

O que seria das manifs sem autocarros das Câmaras Municipais, t'shirts , autocolantes, bandeiras, bon és, faixas, cartazes, do PCP...quer dizer da CGTP....

Já agora, um pedido meu a algum leitor mais solidário ou generoso, no dia da manif dos professores apanhei, como usualmente, o comboio para Cascais, cruzando-me com imensa "malta" da manifestação que enchia as carruagens.

Muitos professores (sim, vários saíram no fim da linha, em Cascais), idosos reformados, crianças, jovens adolescentes, emigrantes brasileiros, profissionais do enquadramento espacial e ergonómico de viaturas e automóveis em parqueamentos públicos (não quis dizer arrumadores!).

Além do imenso mar de gente que seguiu ,não no comboio mas de barco, para a Margem Sul, a tão característica e manipulada massa proletária e operária (esta sim Manuela, mesmo a sério, não é a das bases do PPD) de Almada, Seixal e Setúbal (o pessoal do Barreiro apanha outro barco, o do Terreiro do Paço).

Todos tinham umas t'shirts muito giras e eu gostava de ter uma também!

Os meu amigos do PCP já saíram quase todos do Partido ou foram expulsos, portanto não consigo arranjar nenhuma!

Se algum leitor quiser ser porreiramente porreiro, contacte-me via email do blog.

 

"...discurso marxista o de dividir o Partido em bases e barões..." - comentário dirigido a Santana Lopes

 

Manuela, o Pedro Santana Lopes é populista, liberal de ocasião, conservador de conveniência, profundo conhecedor das técnicas de marketing pessoal, bom orador, quando de improviso, profissional do debate politico ou desportivo na televisão e alegado bon vivant ", Marxista não!Isso  ele não é! 

Tags:

Pesquisar
 
Contactos
camaradecomuns@sapo.pt

Editorial

Visitantes online

Comentários Recentes
Para mim casamento deve ser entre um homem e uma m...
Caro RFCom a modéstia com que foi escrito, podes t...
N sei q espirito deus aspirou pr a Africa. este co...
Mocambique està mais que tudo isto, sinto d...
e há cartas que nunca chegam.
Aguem colocou esta carta excelente na página de PP...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Everdade este pais precisa de um bom governador k ...
Casino EstorilA falta de escrúpulos veio para fic...
Tags

todas as tags

Links

Esquerda

5 dias
A barbearia do senhor Luís (Luís Novaes Tito)
A Busca pela Sabedoria (Micael Sousa)
A Forma e o Conteúdo (José Ferreira Marques)
A Forma Justa (Tiago Tibúrcio)
A Linha-Clube de Reflexão Política
A Nossa Candeia (Ana Paula Fitas)
Absorto (Eduardo Graça)
Activismo de Sofá (João R. Vasconcelos)
Adeus Lenine
Arrastão
Aspirina B
Banco Corrido (Paulo Pedroso)
Bicho Carpinteiro
Câmara Corporativa
Câmara de Comuns
Cantigueiro
Causa Nossa
Cortex Frontal
Defender o Quadrado (Sofia Loureiro dos Santos)
Der Terrorist (José Simões)
Entre as brumas da memória (Joana Lopes)
Esquerda Republicana
Hoje há conquilhas (Tomás Vasques)
Irmão Lúcia (Pedro Vieira)
Jovem Socialista
Jugular
Ladrões de Bicicletas
Les Canards libertaîres
Léxico Familiar (Pedro Adão e Silva)
Loja de Ideias
Luminária
Machina Speculatrix (Porfírio Silva)
Maia Actual
Mãos Visíveis
Mário Ruivo
Metapolítica (Tiago Barbosa Ribeiro)
Minoria Relativa
O Grande Zoo (Rui Namorado)
O Jumento
O Povo é Sereno
Raiz Política
Rui Tavares
Spectrum
Vias de facto
Vou ali e já venho (André Costa)
Vozes de Burros

Direita

31 da Armada
4R – Quarta República
A Arte da Fuga
A Douta Ignorância
A Origem das Espécies (Francisco José Viegas)
Abrupto (José Pacheco Pereira)
Albergue Espanhol
Alunos do Liberalismo
Blasfémias
Causa Monárquica (Rui Monteiro)
Clube das Repúblicas Mortas (Henrique Raposo)
Corta-fitas
Delito de Opinião
Era uma vez na América
Estado Sentido
Geração Rasca
Herdeiro de Aécio
Macroscópio
Menino Rabino (Marco Moreira)
Mercado de Limões (Tiago Tavares)
Minoria Ruidosa (Miguel Vaz)
O Cachimbo de Magritte
O Diplomata (Alexandre Guerra)
O Insurgente
Ordem Natural (Rui Botelho Rodrigues)
Palavrossavrvs Rex (Joaquim Carlos Santos)
Portugal Contemporâneo
Portugal dos Pequeninos
Psicolaranja
República do Caústico (João Maria Condeixa)
Rua da Judiaria
Suction with Valcheck
União de Facto

Outros

A Baixa do Porto (Tiago Azevedo Fernandes)
A Cidade Deprimente
A Cidade Supreendente
A Terceira Noite
Clube dos Pensadores (Joaquim Jorge)
De Rerum Natura
É tudo gente morta
Horas Extraordinárias (Maria do Rosário Pedreira)
Notas ao Café
O Diplomata
Arquivo

Abril 2015

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008