1 comentário

A GALP explora-nos com preços proibitivos (gasolina 95 a 1.22), e o relatório Manuel Sebastião que saiu hoje, 21.04, goza connosco; levou seis meses para concluir tipo Ministro da Informação do Iraque: "Não há cartel". Pois não há. O que há é muito pior: é monopólio prático por via das duas únicas refinarias nacionais serem GALP. O resultado deste relatório não é aceitavel. Não serve os interesses básicos dos portugueses. A GALP registou lucros de 1000 milhões de euros. A GALP aproveitou-se da grande crise dos combustiveis para subir os lucros e o Estado, para que se intitule Estado, tem de tomar medidas imediatas.

Não abona a comunicação social não referir como escândalo a Entidade Reguladora levar seis meses para elaborar um estudo que se faz em seis dias.

Tags: ,
comentar

Visto aqui de Toledo Portugal parece melhor e mais justo. Por aqui os preços na Galp estão mais próximos dos custos reais do barril. Uma bilha de gás está manifestamente mais leve que a última que me lembro de ter comprado. Isto porque a carga fiscal que recai sobre a petrolífera lhes permite atingir estes valores, mas também porque a concorrência assim a obriga a reagir. É bom saber que daqui Portugal parece mais competitivo.

 

Só é lamentável que apenas assim seja em terras de nuestros hermanos e não se permita aos nossos contribuintes usufruir das mesmas regalias que por aqui grassam via uma empresa que ajudaram a criar.

Tags:
comentar

Não, não vou atacar a Ministra da Educação. Aliás, se dependesse de mim, a Ministra nunca teria estado com a cabeça a prémio. Mas em frente.

 

Há cerca de duas semanas ouvi entusiasmado na RTP a notícia de que a GALP iria fazer um desconto de 0,06€ aos fins-de-semana.

 

Achei que não era mau.

 

O meu gosto/vício pela caça faz-me fazer centenas de quilometros no fim-de-semana, por todo o país. Depois de muito procurar, resolvi perguntar numa área de serviço GALP em Beja onde estava o desconto tão badalado, ao qual me foi respondido:

 

- Então amigo, você na sabe que essas coisas na chegam cá? É só no Norte e Centro e apenas em 100 postos no país.

 

Será que a autoridadequenãovêacartelização também não vê publicidade enganosa????

 

O petróleo está abaixo dos 55USD, está a deixar de ter piada ter os combústíveis nestes valores.

 

E que tal mais uma nacionalização? Agora temos lei, precedente, e esta seria realmente justificada! Além de que o PCP não vai votar contra!

 

 

Tags: ,
comentar

O Governo pode reforçar a regulação sobre o sector dos combustíveis para vigiar de forma mais eficaz a actuação das petrolíferas, pode mexer na margem de imposto ou, como prefere a esquerda, pode regressar à fixação administrativa de preços.
 

Ou pode não fazer nada também ou pode em alternativa nacionalizar a GALP!

Para "fazer" não basta "querer", é também preciso "poder", neste domínio quem não assume responsabilidades actuais ou passadas no país pode propor o que a imaginação permitir.

Sendo Portugal um espaço integrado na UE, sendo um modesto actor na economia global, apenas pode fazer o que os outros "deixarem", deixemo-nos portanto de utopias, facilidades e pseudo-radicalismo para "inglês ver e português ouvir" apenas para debitar "soundbytes" e chamar holofotes...

Pessoalmente defendo a descida do ISP, mas não acredito que haja condições para tal antes de 2010, para já, e À IMAGEM dos EUA um reforço da regulação e da eficácia da fiscalização neste sector seria uma boa medida...

É uma medida fashion-liberal?Não.É necessária?Sim.Teóricamente é positiva?Nem por isso. Pragmaticamente necessária no actual contexto?Sem dúvida.

Tags: , ,
4 comentários

Vítor, queres nacionalizar a GALP ou queres tabelar o preço de venda dos combustíveis?

Queres meter os contribuintes a pagar mais directamente ou mais indirectamente via impostos através de transferências do OE?

Queres aprovar mais uma lei, a juntar à nossa montanha-russa legal, que defina uma relação entre subida e descida do preço do crude e o preço dos combustíveis?Já agora isso será formalizado através duma fórmula que entra em conta com o quê?Com a valorização/depreciação dos stocks, variações cambiais, custo do capital, custos de transporte/refinação, perdas/quebras, quota de mercado?

Não dá para ir alternando entre a economia de mercado e o liberalismo quando nos interessa e a economia centralizada com forte componente estatal e regulamentação quando dá jeito, acredita que não dá para ter sol na eira e chuva no nabal...

A minha questão não é a intervenção do Estado, é mesmo a politica comercial da GALP que tendo em conta a sua quota de mercado obviamente "define" a politica de preços em Portugal.Posso não gostar mas lá que lhes assiste esse direito, assiste.

Se calhar precisávamos era de mais concorrência no mercado dos combustiveis....

Tags: ,
3 comentários

O ex-presidente da República Mário Soares considera pouco feliz e “inoportuna” a intervenção televisiva do actual Presidente, Aníbal Cavaco Silva, no último dia de Julho, a propósito do novo Estatuto da Região Autónoma dos Açores.

 

A opinião de Mário Soares é partilhada por quase todos, mesmo que a alguns não a convenha transmitir.

Julgo que foi uma má ideia, que acabará por retirar importância a futuras "comunicações", que revelou uma Presidência obcecada com a sua autoridade, insultada com o facto de ter de realizar mais duas reuniões em caso de necessidade de dissolução da Assembleia Legislativa dos Açores.

 

Boa noticia é a nova descida dos combustíveis, isso é que anima os portugueses e a prazo a economia, quanto a lapsus linguae ou birras de São Bento, são fait-divers que não merecem grande atenção...

Tags: , , ,
1 comentário
Chakib Khelil, presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo, a OPEP, considera que os actuais preços do "ouro negro" são "anormais" e antecipa uma queda das cotações para 70/80 dólares por barril, com a valorização da divisa norte-americana e o aliviar das tensões geopolíticas.
Marc Faber ficou conhecido por prever a maior queda diária de sempre nas acções americanas, em 1987. O arauto da "Segunda-feira Negra" partilhou com o Jornal de Negócios as suas previsões para a evolução do petróleo. O investidor suíço acredita numa forte correcção no preço da matéria-prima, mas apenas no curto prazo.
As cotações do petróleo caíram para um mínimo de 10 semanas, penalizadas pela valorização do dólar face ao euro, o que limita a atractividade das matérias-primas como cobertura contra a inflação.
 
Tags: , , ,
1 comentário

A Galp e a BP desceram hoje os preços dos combustíveis, para reflectir a queda da cotação dos destilados nos mercados internacionais que servem de referência a Portugal. A petrolífera portuguesa baixou as gasolinas em dois cêntimos e o gasóleo em 1,4 cêntimos. A BP baixou todos os produtos em um cêntimo.

Adenda: outra boa noticia, mais um curso de medicina em Portugal, hoje deve ser um mau dia para alguns médicos que costumam nevegar pelos media mas é de certeza uma excelente noticia para os portugueses em geral.

E ainda Três medicamentos biológicos para artrite reumatóide vão estar disponíveis gratuitamente a partir de meados de Agosto, dado o número de pessoas que sofre desta doença esta trata-se duma excelente medida que apenas peca por tardia.

Tags:
1 comentário

O preço do petróleo continua em queda, pela segunda sessão consecutiva, e já acumula uma perda superior a 13% nas últimas sete sessões. A matéria-prima reagiu em queda à notícia que indica que o furacão Dolly não vai afectar as plataformas petrolíferas do Golfo do México.
Na sessão de ontem, o West Texas Intermediate, negociado em Nova Iorque, chegou a cair mais de 4% para negociar nos 125, 63 dólares e segue agora a perder 2,02% para os 125,83 dólares. Em Londres, o barril de Brent perde 1,60% para os 127,48 dólares.
As previsões indicam que o furacão Dolly não deverá atingir as plataformas do Golfo do México, responsáveis por 25% da produção dos Estados Unidos.
De acordo com um estudo realizado pela MasterCard, a procura de gasolina nos Estados Unidos caiu 3,3% na semana passada em resposta aos elevados preços da matéria-prima. O procura de gasolina está em queda há 13 semanas consecutivas.
E a GALP anda a reagir a quê?Ao mercado?Reagiu sempre nas subidas, nalgumas pontuais descidas, e agora?Ficou catatónica?

Tags:
comentar

 

Pedimos desculpa, mas encerrámos para Férias. Actualizamos os preços assim que voltarmos!

 

 

Tags:
3 comentários

As três maiores de cadeias de supermercados britânicos iniciaram uma guerra nos combustíveis, reduzindo os preços até cinco cêntimos de libra por cada litro.
Após meses de agravamento acentuado dos preços, a cadeia Asda anunciou a redução de três cêntimos por libra, para 1,139 libras (1,43 euros), no preço da gasolina comercializado pelos 170 postos de abastecimento que detém. O gasóleo irá baixar para 1,289 libras (1,62 euros) por cada litro.
Por cá o barril cai 11% numa semana e o preço dos combustíveis "nem mexe", portanto, tudo como dantes!A tradição ainda é o que era...

Tags: , ,
comentar

Estou estupefacto....tendo em conta isto e isto fiquei mesmo surpreendido!

 

Deixo uma boa noticia:

 

Açúcar regista queda mais acentuada dos últimos quatro meses

As cotações do açúcar refinado registaram a queda mais pronunciada dos últimos quatro meses em Londres, devido às expectativas de que a descida dos preços do petróleo diminua a procura de combustíveis alternativos derivados da cana-de-açúcar

 

Tags:
comentar

Aumento das reservas leva petróleo a afundar para os 132 dólares

 

 
Ou será que não?Se na semana passada o barril de petróleo ultrapassou os 145 dólares e hoje está já a 132 dólares, são 13 dólares por barril de diferença nos contratos a vencerem daqui a uns meses, dado a GALP reflectir os aumentos "em tempo quase real", que se passa agora com esta descida acentuada?Vertigens?
 

 

Tags: , ,
comentar

Os preços do petróleo terminaram a sessão de quinta-feira em forte alta com os preços a subirem devido a novos testes de mísseis por parte do Irão e o anúncio de rebeldes nigerianos que irão romper o cessar-fogo.

Tags:
1 comentário

HOJE

 

O crude encerrou com quedas superiores a cinco dólares de ambos os lados do Atlântico.

Em Londres, o barril de Brent para entrega em Agosto fechou a valer 136,50 dólares, uma descida de 5,37 dólares. Este valor situa-se mais de 10 dólares abaixo do máximo histórico de 146,69 dólares, registado na passada quinta-feira.

No mercado nova-iorquino, o barril de West Texas Intermediate recuou 5,42 dólares, encerrando nos 135,95 dólares. Também aqui o crude desvalorizou quase dez dólares face aos 145,85 dólares de 3 de Julho.
 

ONTEM

 

Por sua vez, o barril de petróleo opera a seu menor nível nos últimos quatro dias, em uma queda propiciada pelas declarações do porta-voz do governo iraniano, Gholamhossein Elham, de que o Irã estaria disposto a negociar com as grandes potências, mas sem renunciar ao seu programa nuclear. Na praça de Nova York, o recuo registrado pela commodity é de 2,6%, com o barril cotado a US$ 141,51.
 
AMANHA
 
A GALP BAIXA A GASOLINA E O GASÓLEO UNS VALENTES CÊNTIMOS....CERTO?
 
Ou não...!!!!

 

Tags: ,
5 comentários

Ferreira de Oliveira atribui à "especulação" a culpa pela escalada dos preços do petróleo que, considera "não estar ligada aos fundamentais da indústria".
Mas não acredita que a situação "se mantenha assim e que não haja poder público que obrigue estes agentes a sair do mercado e deixar trabalhar quem lá está para ficar".

Ao ritmo a que "andamos" a culpar e a acusar de TUDO os "especuladores" (que por definição somos quase todos) iremos conseguir, consciente ou incoscientemente, não descortinar as verdadeiras CAUSAS dos problemas/falhas do actual modelo/sistema económico-financeiro e implementar  medidas e reformas que corrijam as verdadeiras RAZÕES que levaram a esta fase ou ciclo económico.

A ESPECULAÇÃO parece ser o novo "vocês sabem do que eu estou a falar" SISTEMA....é o bode expiatório, o cordeiro sacrificial, a virgem a ser sacrificada aos deuses para acalmar a ira dos mercados!

Pensar assim e falar assim, pior ainda, agir em função deste pensamento analgésico e destas ideias ansiolíticas é garantir que não iremos aproveitar esta crise para mudar, para evoluir, para reformar, não iremos tentar aproveitar esta situação para nos tornarmos mais competitivos, mais fortes, mais resistentes e assim não poderemos a escapar de forma alguma a todas e quaisquer crises, grandes ou pequenas, longas ou curtas que nos venham a afligir no futuro....porque elas virão!

 

 

Tags: , ,
comentar

Querida, vai buscar os miúdos, vamos para Bora Bora!!!!

Loucura!!!Valentes a subir, semíticos a baixar....

 

Tags:

Pesquisar
 
Contactos
camaradecomuns@sapo.pt

Editorial

Visitantes online

Comentários Recentes
Para mim casamento deve ser entre um homem e uma m...
Caro RFCom a modéstia com que foi escrito, podes t...
N sei q espirito deus aspirou pr a Africa. este co...
Mocambique està mais que tudo isto, sinto d...
e há cartas que nunca chegam.
Aguem colocou esta carta excelente na página de PP...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Everdade este pais precisa de um bom governador k ...
Casino EstorilA falta de escrúpulos veio para fic...
Tags

todas as tags

Links

Esquerda

5 dias
A barbearia do senhor Luís (Luís Novaes Tito)
A Busca pela Sabedoria (Micael Sousa)
A Forma e o Conteúdo (José Ferreira Marques)
A Forma Justa (Tiago Tibúrcio)
A Linha-Clube de Reflexão Política
A Nossa Candeia (Ana Paula Fitas)
Absorto (Eduardo Graça)
Activismo de Sofá (João R. Vasconcelos)
Adeus Lenine
Arrastão
Aspirina B
Banco Corrido (Paulo Pedroso)
Bicho Carpinteiro
Câmara Corporativa
Câmara de Comuns
Cantigueiro
Causa Nossa
Cortex Frontal
Defender o Quadrado (Sofia Loureiro dos Santos)
Der Terrorist (José Simões)
Entre as brumas da memória (Joana Lopes)
Esquerda Republicana
Hoje há conquilhas (Tomás Vasques)
Irmão Lúcia (Pedro Vieira)
Jovem Socialista
Jugular
Ladrões de Bicicletas
Les Canards libertaîres
Léxico Familiar (Pedro Adão e Silva)
Loja de Ideias
Luminária
Machina Speculatrix (Porfírio Silva)
Maia Actual
Mãos Visíveis
Mário Ruivo
Metapolítica (Tiago Barbosa Ribeiro)
Minoria Relativa
O Grande Zoo (Rui Namorado)
O Jumento
O Povo é Sereno
Raiz Política
Rui Tavares
Spectrum
Vias de facto
Vou ali e já venho (André Costa)
Vozes de Burros

Direita

31 da Armada
4R – Quarta República
A Arte da Fuga
A Douta Ignorância
A Origem das Espécies (Francisco José Viegas)
Abrupto (José Pacheco Pereira)
Albergue Espanhol
Alunos do Liberalismo
Blasfémias
Causa Monárquica (Rui Monteiro)
Clube das Repúblicas Mortas (Henrique Raposo)
Corta-fitas
Delito de Opinião
Era uma vez na América
Estado Sentido
Geração Rasca
Herdeiro de Aécio
Macroscópio
Menino Rabino (Marco Moreira)
Mercado de Limões (Tiago Tavares)
Minoria Ruidosa (Miguel Vaz)
O Cachimbo de Magritte
O Diplomata (Alexandre Guerra)
O Insurgente
Ordem Natural (Rui Botelho Rodrigues)
Palavrossavrvs Rex (Joaquim Carlos Santos)
Portugal Contemporâneo
Portugal dos Pequeninos
Psicolaranja
República do Caústico (João Maria Condeixa)
Rua da Judiaria
Suction with Valcheck
União de Facto

Outros

A Baixa do Porto (Tiago Azevedo Fernandes)
A Cidade Deprimente
A Cidade Supreendente
A Terceira Noite
Clube dos Pensadores (Joaquim Jorge)
De Rerum Natura
É tudo gente morta
Horas Extraordinárias (Maria do Rosário Pedreira)
Notas ao Café
O Diplomata
Arquivo

Abril 2015

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008