comentar

Deixe-mo-nos de tretas e olhemos de FRENTE para a imundície que é a fossa séptica pestilenta BPN com a mesma minúcia e detalhe (mas sem invenções ou manipulações, por favor) com que se olhou alguns "casos" recentemente ou como se deverá deveria sempre olhar para qualquer "caso" de "aparente" corrupção.

O Freeport foi o Freeport.Tentaram algo que não pegou.Temos pena.O Face Oculta será o que for.Eu ainda esperei pelo "Apito" e vou "deitando o olho" ao "Furacão" mas a esperança de que alguém dê um pontapé na caixinha da Tia Pandora, confesso, não é muita.Assumo a minha descrença.

Agora, deitarem, descarada e despudoradamente, areia para os olhos dos portugueses sobre a maior fraude desde o Alves dos Reis, fazendo de todos nós "tolinhos", ISSO NÃO!

A imagem Bíblica de fazer passar um camelo por uma agulha pode ser um enorme exagero ou então um erro de tradução do original aramaico ("gamla", camelo; "gamala", corda grossa), mas tentar fazer Cavaco Silva passar por competente e honesto começa a ser mesmo como tentar fazer passar um grande camelo pelo buraco duma agulha bem pequenina....!


 

 

Perguntas  da VISÃO sem resposta


Estas são algumas das questões enviadas a Cavaco Silva, para Belém e para a sua direção de campanha.

- Pode o senhor Presidente da República confirmar que adquiriu a propriedade do atual lote 18 da Urbanização da Coelha (Sesmarias, Albufeira) à empresaConstralmada?
- Essa transação foi feita através de uma permuta de terrenos?
- Por que valores foram avaliados os terrenos que adquiriu, e os que cedeu?
- Recorda-se do ano em que foi feita a escritura pública desta transação?
- Tinha conhecimento que a referida empresa, a Constralmada, era detida pela Opi-92, empresa de que eram acionista o Dr. Fernando Fantasia?
- Quem lhe propôs a permuta?
- Recorda-se do cartório notarial onde foi firmada a escritura pública desta transação?

 

 

publicado também aqui

Tags: , , ,
comentar

 

via Paula Cabeçadas aqui

Tags: , , ,
comentar

Cavaco Silva descobriu AGORA que está indignado com o desempenho do ex-ministro da Agricultura Jaime Silva?!

Um café populista depois dumas "queijadas de tiros no pé com o BPN" numa "esplanada de campanha"?!

Então mas o que se passou até agora, um lapso de tempo em que Cavaco Silva esteve enclausurado numa arca congeladora, em que nada teve a ver com nada, nada soube, nada fez?

Tirando arrancar vinha e olival ou abater barcos de pesca nos tempos em que o BPN não fazia falta, Cavaco Silva nada mais sabe ou soube da agricultura em Portugal, a "Bela Adormecida" só acordou agora?!  Adormeceu em que parte do filme? Logo após criar o "monstro" de que falou Miguel Cadilhe?

Estes 5 anos de Cavaco Silva Presidente foram um suave prelúdio para uma grande sinfonia do "Devir", os seus 30 anos como politico profissional foram apenas uma série de Novas Oportunidades para Cavaco Silva, agora sim, "explodir" como um   direita que nem conseguiu inventar uma alternativa decente a um candidato de que genuinamente não gostam, apoiam muito contrariados e do qual maldizem pelos corredores!

 

 nesta altura...Jaime Silva era o Ministro da Agricultura!

 

publicado em parte também aqui

Tags: , , ,
1 comentário

O candidato Aníbal Cavaco Silva trouxe o tema BPN para a agenda das eleições presidenciais no debate televisivo com o candidato Francisco Lopes.

O candidato Anibal Cavaco Silva fez uma afirmação clara e directa de enorme superioridade ética e moral perante todos os outros seres humanos em geral, candidatos presidenciais em particular.

O candidato presidencial Aníbal Cavaco Silva, como é costume através de interposta pessoa, neste caso o ilustre comentador e professor que lançou a sua candidatura em primeira mão, Marcelo Rebelo de Sousa. "informa" que continuar a falar do BPN é "contribuir" para aumentar a fuga de depositantes do BPN, como aliás ocorreu intensamente desde que o candidato Aníbal Cavaco Silva meteu claramente na mesa este tema.

Ele meteu o assunto na mesa, as coisas deram, como muitas outras vezes, para o "torto" e agora tenta virar o "bico ao prego" e "chantagear" os adversários de forma cínica e hipócrita.

Isto recorda-me que o candidato Aníbal Cavaco Silva tem este dom, o de transformar em pasto para chamas aquilo em que toca.Por exemplo, em 1987, quando disse que na bolsa de valores nacional se vendia "gato por lebre"e provocou o crash do mercado nacional a meio de um momento de euforia.Nada de sensatez ou intervenção cautelosa de forma a evitar danos colaterais ou prejuízos para o País.À bruta, "gato por lebre".Como na ponte 25 de Abril, à "bruta", tal como na manifestação dos "secos e molhados", à "bruta".Ele quer, pode e manda, nunca se engana e raramente tem dúvidas.Ele faz, outros pagam. Ele diz, outros traduzem. Ele pensa, outros executam.

 

 

publicado em estéreo aqui

Tags: , , ,
comentar

O BPN não é "A" razão para não votar no candidato Cavaco Silva. É apenas e tão somente a etiqueta dum baú cheio de mofo, pó e teias de aranha, onde abundam "estórias com ou sem café", "novelas secas e molhadas", "azares e coincidências", "conhecimentos e desconhecimentos" insólitos e inusitados. É muito azar para um Presidente só!

Para quem governou com grande parte da comunicação social nacional ainda "controlada" pelo seu Governo, o ex ministro das finanças "pré FMI em Portugal", o ex-primeiro ministro e actual recandidato a Presidente da República, não conspira nada mal, comunica horrivelmente e explica-se ainda pior. Parece um "Professor" que não gosta de ensinar, apenas de dar lições de moral aos pupilos!

 

 

 

 

Publicado em estéreo aqui nesta chafarica

Tags: , , , , ,
comentar

 

As palavras de Cavaco Silva no debate com Manuel Alegre a propósito da alegada incapacidade da gestão CGD para "recuperar" o imenso buraco deixado pelos amigos no BPN são de uma tal atrocidade, são tão grotescas e tão cinicamente hipócritas que apenas uma "espécie de amostra" de república das bananas, onde um Presidente da República se aguentasse no cargo após ser "apanhado" a manipular informação e a conspirar para montar "cabalas" em capas de jornais, o poderia reeleger por convicção ou falta de opção!

Eu gosto de bananas, mas não suporto que me tentem fazer passar por tolinho!

Também por isto,em 2011 ir-me-ei dedicar a alguns temas que normalmente causam "alergias", Guerra Colonial, Descolonização, Camarate e Fundo das Forças Armadas, Bolama e a venda de armas durante o conflito Irão-Iraque.São temas interessantes que merecem, na minha opinião,atenção. Causaram muito sofrimento a muitos portugueses e uma bela fortuna a uns quantos...indivíduos.

Temos de parar com (a mania) o hábito de meter a sujidade para debaixo do tapete.Os se aspira, ou se varre ou se lava, mas debaixo do tapete, durante muito tempo, começa a cheirar mal!

Muito mal cheira esta "estória" mal contada do BPN.Vir agora Cavaco Silva bater no peito e cobrir-se de cinza, clamando aos céus por vingança na defesa do seu bom nome, gritando ao vento que todos deviam nascer duas vezes para serem tão puros e imaculados quanto ele...suscita-me repulsa!Lamento...

Em vez de nascer duas vezes, alguns deveriam era passar uma eternidade no Purgatório para expiar a culpa do estado a que chegamos depois de tanta incompetência, tanto erro e tanto roubo....

  

 

Tags: , , , ,
comentar

 

 

Marcelo Rebelo de Sousa não acredita que Cavaco Silva dissolva o Governo "a frio".Nem a frio nem a quente se servirá este "Crepe de Fartar de Vilanagem"!

Mesmo com o "trabalho sujo" nos cafés da Avenida de Roma ou nas redacções, se os sinais/indicadores macroeconómicos e de execução orçamental não derraparem mesmo muito...Cavaco não se vai mexer!

Contando com uns poucos sinais positivos que surjam da UE/BCE/OCDE/FMI ou BdP, tendo em conta aquele "miudo irritante" que o afrontou diversas vezes, um tal de Pedro Passos Coelho, hoje o "homem ao leme" do PSD...Cavaco não se vai mexer!

Apoiará apenas um forte movimento duma "coligação" em sede parlamentar  despoletada por "forte contestação social". Apenas e tão somente.

Aposto o "buraco final" do BPN subtraído dos "activos e fluxos de caixa especiais desaparecidos, transitados e comidos" da SLN nisto que digo!(*)

Como sempre,Cavaco Silva está-se "a marimbar" para Portugal e para o PSD, apenas lhe importa o que a "História" dele dirá...apesar de tudo!!!

 

 

(*) - ou seja, se eu perder a aposta ainda  ganho imenso com os muitos milhões "surripados", vai outra "aposta"?

  

Tags: , , , , ,
1 comentário

O antigo Conselheiro de Estado, Dias Loureiro, não tem bens em seu nome que permitam um possível arresto dos mesmos no âmbito das investigações das autoridades ao caso Banco Português de Negócios (BPN).

 

A verificar-se a veracidade da informação que consta na edição de hoje do Correio da Manhã, é caso para se dizer que esta situação não me causa espanto algum. Há quem continue a viver no limite, para não dizer na outra margem da legalidade, sem que isso lhe retire o sono, que tanta falta faz a milhões de contribuintes que já viram a CGD injectar 2500 milhões de euros no BPN.

 

 

Tags: , ,
comentar

O Presidente do BdP, Vítor Constâncio, consegue num parágrafo com sete linhas, aquilo que Vasco Lourenço não conseguiria tão facilmente. Num parágrafo conseguiu que um banco sobre o qual reconhecia "faltas graves" - embora não tivesse tido todos os instrumentos para o regular convenientemente - fosse nacionalizado.

 

Ficamos com a ideia que é muito mais fácil nacionalizar do que regular. E tem lógica: regular dá trabalho, obriga a contas e relatórios, avisos à navegação e abertura de hostilidades, criação de eventuais inimigos e no fim da vida a uns quantos cabelos brancos. Nacionalizar só onera o contribuinte e a este, que já pagou dois mil milhões pela operação, nem lhe adianta refilar muito pois estes números são-lhe vendidos como a única hipótese possível de evitar um descalabro. Ainda que o risco sistémico da falência tenha ficado por provar!

 

Entretanto, o senhor que aconselhou exaustivamente a esta nacionalização, vai à AR na segunda-feira próxima prestar mais explicações. Quase passando despercebido...quase para não se falar muito nisso ou não estivéssemos em rescaldo eleitoral...quase a tempo de não se encontrar com Nuno Melo...quase tudo isto, todo este timing, mera coincidência!

Tags:
comentar

A passagem de Cavaco Silva pela Sociedade Lusa de Negócios (SLN), como accionista, foi lucrativa. O Presidente da República (PR) vendeu em Novembro de 2003 as 105.378 acções que tinha da SLN - empresa que até Novembro controlou o Banco Português de Negócios (BPN) -, por €2,4 cada. Tendo em conta que as tinha comprado em 2001 por €1, Cavaco obteve, com este negócio, ganhos de €147,5 mil.

 

 

Ainda me lembro de em Novembro passado o senhor Presidente da República ter negado por comunicado, qualquer possível envolvimento com o grupo da Sociedade Lusa de Negócios (SLN).

Não creio que existam razões para se temer qualquer tipo de envolvimento de Cavaco Silva com o grupo SLN, para além do papel de pequeno accionista. Mas em todo o caso cai mal verificar-se que para todos os efeitos o senhor Presidente da República entendeu ocultar esta informação.

Diz-se por aí, que quando não se deve, não se teme.

 

Também em Miguel Teixeira-Lx

Tags: , , ,
3 comentários

 

O tom da campanha está a ganhar proporções lamentáveis.

 

As hostes socialistas têm enveredado ultimamente por um discurso e linguagem próprios de gente trauliteira. O recente comício do PS no Alentejo foi um exemplo disso mesmo. Capoulas Santos fala em trupe. Vital Moreira atira com calúnias. José Lello reitera as afirmações do último e "democraticamente" ataca quem no PS não concorda com esta postura.

 

Relembro-me da indignação socrática face aos cartazes da JSD. Inadmissível! O teor e a linguagem não são próprios de quem sabe estar em democracia! - disse ele e pediu justificações.

 

Mas isto não é nada de novo. Basta recuar um pouco para recordarmo-nos de um Santos Silva "malhador", de um pitoresco Manuel Pinho e suas papas, das tiradas rústicas de Mário Lino ou de um Jorge Coelho a fazer avisos à circulação com um: "quem se mete com o PS leva".

 

No entanto todos eles costumam indignar-se com as atitudes e afirmações de Alberto João Jardim. Virgens ofendidas...

 

Todavia não é só na forma que o discurso se tem radicalizado. É também no conteúdo.

 

As acusações de Vital Moreira, para além de deselegantes e grosseiras, reflectem conotações gravíssimas do PSD com o caso BPN. E não é o único a seguir por esta bitola: na blogosfera prosperam chistes do mesmo teor. A estratégia é clara. Associar a cúpula social-democrata de agora e de antanho, indirectamente Durão Barroso e principalmente o Presidente da República, ao BPN. Tenho assistido a teorias da conspiração, algumas bem montadas e ardilosas, outras que roçam o ridículo. Mas o seu objectivo persiste, passar para a opinião pública, a ideia de que o PSD e o BPN estão interligados.

 

Só gente de má fé e ignorante é que pode fazer esta associação.

 

Alguém tem dúvidas que militantes dos partidos do arco do poder governativo estejam presentes em praticamente todas as maiores empresas nacionais; sejam públicas ou privadas, na banca ou na finança? E isto significa que todas as fraudes ou desvios à lei que se possam passar no sector económico têm conotações partidárias? Só gente de má fé e hipócrita é que se aproveita desta realidade para ataque eleitoral. Sim, hipócrita leram bem. E se não for hipocrisia, será ignorância porque, tal como em toda a economia, também no BPN havia gente do PSD...e do PS! O Banco Efisa do Grupo BPN tinha no seu conselho geral, presidido por Oliveira e Costa, figuras tais como Guilherme d' Oliveira Martins, Augusto Mateus ou José Lamego; por exemplo. Ninguém duvida da idoneidade, seriedade e brilhantismo profissional e académico destes três senhores. Porém estão relacionados com o Grupo BPN. E não estáo ligados à esfera socialista?

 

Este tipo de conotações são um absurdo demagógico e populista.

 

O que não deixa de ser engraçado, até porque estamos no rescaldo do rebentar do caso Freeport. E quando este explodiu, muitas das pessoas acima referidas andavam escandalizadas com os ataques ao líder, clamavam pela presunção de inocência e repudiavam o julgamento sumário na praça pública, pela comunicação social. Pelos vistos, mais DVD, menos DVD, a presunção de inocência só funciona para alguns. Mas faz sentido, assanhados, como estão os cães de guerra, não tarda o Freeport nem chegou a ser construído.

 

Se se recordam, o PSD na altura, absteve-se de fazer comentários sobre o caso. Muito menos acusações! E não venham com a conversa dos média manipulados pelos sociais-democratas. Se há sector da sociedade que sempre foi avesso ao PSD, foi a comunicação social; basta ver o consulado cavaquista, santanista e a parte final do governo de Durão Barroso. A pressão mediática de que se queixam os socialistas, mais não é do que as consequências práticas e corporativas da tentativa de domínio e controlo da comunicação social através de quintos canais, ERCS e processos judiciais.

 

Não é assim, com tácticas do género, e sem falar daquilo que interessa verdadeiramente às pessoas, que se dignifica e credibiliza a política. A única coisa que conseguirão será a maioria mais que absoluta... da abstenção.

 

 

 

 

Tags: , ,
1 comentário

Amanhã sobe à cadeira Oliveira e Costa. A presunção de inocência existe - podem metralhar o conceito à queima roupa por todos os lados - mas são poucos aqueles que ainda a depositam em personagens que se enleiam em gigantescos novelos de estranhos e injustificados episódios. 

As pessoas não o fazem em épocas normais e muito menos estão dispostos a fazê-lo em épocas de aperto. Quando 700 caem no desemprego diariamente, quando a liquidez é posta em causa por empresas e famílias a cada dia que passa, quando as pessoas olham para o lado e só aqueles que cumprem parecem ser onerados, pedir a presunção de inocência de certos malabaristas, é pedir de mais!

 

Amanhã vai ser "dia de bola". Deviam transmitir em horário nobre. Portugal quer ver!

Tags: ,
comentar

Na ARTv está a passar a comissão de inquérito que ouve Francisco Comprido, enquanto ex-administrador do BPN. O antigo administrador não ouviu, não viu, não teve conhecimento de nada suspeito. Mesmo depois de ter contraído empréstimo pessoal junto do Banco Insular, continuou sem perceber a relação deste com o banco que ele administrava.

 

Mudei de canal quando ia começar a rebolar a rir. Lembrei-me que foi este cancro que o Estado nacionalizou e deixei de achar tanta piada ao assunto!

Tags:
3 comentários

As autoridades dos Estados Unidos vão confiscar bens do financeiro Bernard Madoff, preso e a ser julgado por fraude, incluindo bens em nome da sua mulher Ruth Madoff, indica um documento divulgado hoje pelo Ministério Público.

 

Pergunto-me como é que é possível que o sistema norte-americano actue com a celeridade necessária, perante um caso como o que envolve o senhor Bernard Madoff, enquanto nós por cá, mantemos tudo na mesma, seja com o caso BCP, que conta com mais de um ano, seja com os casos mais recentes que envolvem o BPN e o BPP.

O efeito da comparação é perverso, mas tem de ser feito, nem que seja para expor a nú as fragilidades do nosso sistema ou pior ainda, os interesses que vivem acima e em cima do sistema.

Tags: , , ,
comentar

Oliveira e Costa há muito que é um dos melhores entre os melhores, conseguiu dar perdões a torto e a direito sem que tenham questionado a sua integridade nem a do primeiro-ministro. A não ser o Independente, então gerido por Paulo Portas, nenhum jornal se deu ao trabalho de investigar esses perdões fiscais. Oliveira e Costa conseguiu gerir em simultâneo as suas contas, a do país e as do PSD saindo com a sua imagem incólume quando abandonou o governo.

Não é qualquer um que sai do anonimato do estatuto de remediado, constrói um grande grupo empresarial e até chega a ter direito a páginas de elogio do Expresso, como sucedeu em tempos. Como explicar que de repente seja transformado em vilão de uma história que ninguém está interessado em ler?

Não é qualquer um que consegue fazer um buraco de 1.800 milhões sem ver, não é fácil enganar administradores como Dias Loureiro, enfiar o barrete a um ex-chefe das secretas e ludibriar directores escolhidos a dedo nos serviços de informação. Enganou-os tão bem que assinaram tudo e agora nem se lembram do que leram ou assinaram. É preciso ter uma inteligência acima da média para ludibriar Dias Loureiro e ainda conseguir que este saia do negócio esquecido do que fez e ainda por cima sem ter ele perdido um tostão.

Se foi simples distrair Vítor Constâncio o mesmo não se pode dizer de enganar Miguel Cadilhe ao ponto de levar esta velha vedeta da banca a pedir 600 milhões ao Estado para resolver o problema quando, afinal, o buraco era de 1.800 milhões.

Não é fácil fazer um buraco de 1.800 milhões e não haver um único cidadão a reclamar o seu dinheiro, um único jornalista a investigar o rasto de tanta massa, um único magistrado a violar o segredo de justiça, um único político a apontar-lhe o dedo. É um milagre Oliveira e Costa ter feito desaparecer 1.800 milhões sem ninguém ter reparado e sem que ninguém apareça a queixar-se. - O Jumento

Tags: , , ,
1 comentário

A notícia de que os nomes de algumas chefias do SIS estiveram acessíveis a todos os funcionários da Presidência do Conselho de Ministros tem contornos curiosos. Em primeiro lugar porque é muito estranho que um ofício em papel seja digitalizado e disponibilizado para todos os funcionários, é muito pouco provável que uma aplicação de gestão de documentos tenha tal output. Em segundo lugar porque a comunicação social preocupa-se muito com os documentos dos serviços de segurança e não se preocupa com a segurança da Presidência do Conselho de Ministros como se fosse uma mera repartição pública.

A verdade é que este caso revela que há funcionários que por simpatia partidária fizeram sair um documento da Presidência do Conselho de Ministros fazendo-o chegar aos jornais, sinal de que a luta política já não tem fronteiras. É evidente que os jornais não chamam a atenção para este aspecto pois receiam que os seus informadores venham a ser identificados.

É um sinal de que Sócrates cometeu um erro ao ser magnânimo, permitindo que boys do PSD tenham permanecido em posições vitais da Administração Pública, nalguns sectores, como a DGCI, há mais boys do PSD em postos importantes do que no tempo do governo de Durão Barroso que procedeu a saneamentos em série.

 

Ao pé dos mil e oitocentos milhões do buraco fraudulento do BPN qualquer caso de corrupção é uma brincadeira de crianças, esta é a maior fraude realizada em Portugal e arredores e os seus protagonistas são, nem mais, nem menos do que altas figuras do PSD. à cabeça estão duas das personalidades mais fortes do tempo dos governos de Cavaco Silva, Oliveira e Costa e Dias Loureiro.

Oliveira e Costa, que ficou famosos por acusações de perseguição fiscal e de perdões fiscais duvidosos, foi em simultâneo o homem do fisco e da tesouraria do PSD, um exemplo de transparência dos governos de Cavaco Silva. Dias Loureiro ainda chegou a nomear alguns ministros no governo de Santana Lopes, um deles foi um outro homem do BPN e ex-dirigente da secreta que fez o famoso negócio do SIRESP.

Compreende-se o lançamento do caso Freeport e só um ingénuo não percebe os seus objectivos.

Tags: , , , , , ,
1 comentário

Ontem no debate quinzenal na Assembleia da República, pudemos todos ouvir o PSD a sacudir a água do capote relativamente ao BPN e aos desenvolvimentos que hoje se vão conhecendo.

Ao deputado Paulo Rangel coube a espinhosa missão de tentar chutar o BPN para a bancada do PS, acusando o supervisor Banco de Portugal e criticando agora também a nacionalização do mesmo banco.

Mas afinal de contas o que é aquelas almas cândidas e puras do PSD fariam com o perigo eminente de contagio no sistema, que uma falência no BPN provocaria?

Deve ser complicado de facto conviver com nomes como Dias Loureiro e Oliveira e Costa. Paciência, são os nomes falados, comentados e sobre quem recaía parte significativa das responsabilidades de administração do BPN e do SLN. São do PSD, mas podiam ser de uma outra qualquer organização. Agora vir o PSD a terreiro, chutar a sua bola laranja para outros quintais é que não.

 

Tags: , ,
comentar

O Banco de Portugal, os auditores, o ROC, todos são culpados da megafraude do BPN,Oliveira e Costa  é o "Lobo Mau" e o grupo de amigos do outro senhor não passa de um bando de inocentes e ingénuos totalmente alheios a tudo o que se passava...de facto parece fazer mesmo muito sentido esta "versão da história"!

Tags: , ,
1 comentário

Dias Loureiro e restantes amigos do BPN, com todo o respeito, têm de ser mesmo muito "tapadinhos" para não terem visto nada, não terem ouvido nada, desconhecerem por completo o Banco Insular a operar com "total conhecimento superior" desde 2002!

Parece que apenas Oliveira e Costa é o mauzão da fita!

Lembra-me um ex-presidente dum clube lisboeta detido por fraude e burla após sair da presidência desse clube, ele também fez tudo sozinho, sem ajudas ou conhecimento de nada por ninguém dentro desse clube!É obra...

Dizem algumas vozes mal intencionadas, se calhar as mesmas que o Expresso diz terem fornecido documentação e informação sobre o Freeport com "más intenções", que o único acusado que será considerado culpado no caso Casa Pia será o Carlos Silvino, que diabo, existe uma arte em Portugal para descobrir e "enterrar" bodes expiatórios que devia receber mais crédito das instituições internacionais pela ciência invulgar de concentrar imensas culpas, singulares e colectivas, num único alvo e fazê-lo parecer credível a muita gente....Goebbels estar-se-ia a roer de inveja!

É uma engenharia de redução fenomenal, acho que devia ser aplicada à actual crise, atribuiam-se as culpas um pequeno país qualquer com um maluco que andasse metido em negócios imobiliários, explodia-se com aquilo tudo e pronto, o mundo seguia feliz e contente a cantarolar "The Show must go on"....alguém devia experimentar, não custa nada!

Oliveira e Costa, Vale e Azevedo, Carlos Silvino, passam por  "artistas" a solo maléficos (demoníacos mesmo!) numa trama povoada de anjinhos, santinhos e cordeirinhos de presépio de Natal!

Tags: , , , ,
4 comentários

A última edição do programa Expresso da Meia Noite da SIC Notícias teve como tema em debate, escolhido por Ricardo Costa e Nicolau Santos, o caso BPN.

 

Os convidados foram dois deputados, um juíz e uma jornalista. E depois esteve um convidado inesperado (ou não): Vítor Constâncio - Governador do Banco de Portugal. Não esteve pessoalmente, mas foi como estivesse. Nicolau Santos fez a sua defesa tão bem ou melhor que o próprio.

 

Foi inacreditável, quase roçando o desagradável a postura do jornalista Nicolau Santos com um dos convidados do programa, no caso o deputado Nuno Melo. Sempre que este criticou e apresentou factos que atestam a incompetência de Vítor Constâncio enquanto supervisor no caso BPN, Nicolau Santos reagiu em defesa do governador de forma desproporcionada. Porquê?

Tags: , , ,
1 comentário

A anterior gestão, liderada por Carlos Horta e Costa, atribuiu a uma empresa do grupo BPN/SLN a renovação da frota automóvel, apesar dos pareceres negativos internos. Inspecção mencionou suspeitas de "contactos priveligiados".A anterior administração do CTT ajudicou a uma empresa do Grupo BPN/SLN um contrato de fornecimento e manutenção de viaturas ao arrepio de vários pareceres internos. A decisão foi alicerçada num estudo feito por uma empresa, a AutoAliança, que foi constituída no dia seguinte à decisão do conselho de administração dos CTT de abrir o procedimento para a aquisição dos carros. Ainda por cima, o pacto social da AutoAliança refere como objecto da sociedade a "formação, consultadoria e prestação de serviços na área da informática" e nada sobre gestão de frotas.
 

Cada vez me espanta mais a falta de vergonha e de ética que tresanda por alguns meios privilegiados próximos de algum poder politico e de um certo "pseudo - jet set". Curiosamente cada vez percebo melhor a sofreguidão com que CDS e PPD, especialmente este último, tentam tapar o sol com a peneira apenas destacando, e insistindo,  na actuação do Banco de Portugal neste caso.

Pode não ter sido isento ou perfeito o comportamento do BdP , não sei, admito essa hipótese, mas no meio deste "chavascal", o discurso destes partidos políticos tenta o impossível, tenta confundir a nódoa na camisa com o colector principal do esgoto!

Não conseguem, o cheiro não deixa, é insuportável a diferença.

Tags: , , , ,
1 comentário

E porque à mulher de César não basta ser séria, o PS escolhe para presidir à comissão de inquérito parlamentar ao Banco Português de Negócios, concretamente  "à existência de falta grave na actuação do Banco de Portugal no exercício do seu poder de supervisão no caso do BPN", a deputada Maria de Belém Roseira. Muito bem, é de resto uma excelente equipa a que foi designada.

Veremos os resultados e os comentários da "esquerda ariana" às conclusões desta comissão....porque para a "direita" é como se tivessem as conclusões na mão desde a primeira noticia na comunicação social, ou antes mesmo!

Tags: , , ,
1 comentário

O Banco Português de Negócios, o Banco Efisa e a gestora Valor Alternativo mantiveram nos últimos anos exposição ao Fairfield Sentry, uma das empresas mais afectadas pela fraude da empresa de Bernard Madoff.

Banco Santander Totta admitiu que, entre os seus clientes, há 16 milhões de euros aplicados nos fundos do ex-presidente da bolsa electrónica Nasdaq e até agora um dos homens mais respeitados de Wall Street.
Alguns bancos assumiram oficialmente não ter directa nem indirectamente envolvimento com os polémicos fundos - caso do BPI, BCP e Banif -, enquanto outros, como a Caixa Geral de Depósitos e o BES, não esclareceram, em tempo útil, o seu envolvimento. Os referidos instrumentos financeiros garantiam rentabilidades muito elevadas mas assentavam num esquema piramidal fraudulento, que poderá envolver perdas de 50 mil milhões de dólares (37,5 mil milhões de euros).
 

 

Tags:
comentar

BPN financiava homens do futebol e BPN envia 439 milhões para o Brasil , no Correio da Manhã.

 

O caso BPN vai de mal a pior, cheira cada vez mais a uma vasta rede envolvendo política, futebol e alta finança. Curiosamente um partido em particular e empresários ligados a um clube em especial. Dentro deste "segmento muito especial da população", vários estão ligados a uma grande, cinzenta e impoluta figura pública nacional, politico profissional no activo.

Mas são ainda mais os que insistem em que esta figura em nada é atingida ou afectada,  em nada esteve envolvida ou teve sequer o mínimo conhecimento de qualquer forma ou feitio, tanto que já enjoa!

Todos são inocentes até prova em contrário, mas ultrapassar a presunção de inocência pela fé num dogma de infalibilidade presidencial, isso não!

aqui discorri sobre a pouco provável "passividade ou inércia" de Cavaco Silva em relação a situações que lhe desagradam, digo isto outra vez, o mesmo Cavaco Silva que rapidamente dispensou Miguel Cadilhe, Leonor Beleza, Braga de Macedo ou Borrego não pode desconhecer todos estes factos, ou o amigo traficante de armas libanês de Dias Loureiro, por exemplo, que foi já notícia em 2005, é impossível que Cavaco de nada saiba, nunca lhe tenham chegado indícios ou rumores, tudo ignore.É impossível!

Bastava ler as noticias e ouvir alguns boatos em corredores onde se move há muitos anos o staff de Cavaco...

Não lhe cabe o papel de "corno manso" nesta novela, não acredito, pura e simplesmente não tem nada a ver com Cavaco Silva, o algarvio de Boliqueime ex-líder do PPD/PSD e ex-primeiro ministro de Portugal!Nada...

 

Tags: ,
comentar

um amigo assim...

Tags:
1 comentário

Cândida Almeida ,directora do DCIAP,deu uma extensa entrevista. Nela explica e contextualiza o trabalho recente do DCIAP e afirma que, nesta fase, o inquérito parlamentar pode prejudicar o processo BPN.Até aqui tudo muito bem, tudo "tecnicamente" compreensível, mas adensa-se um mistério, o que se passa com a PJ?Foram afastados da Operação Furação porquê exactamente?A "Guerra Santa entre o MP e a PJ"?Erros ou falhas graves?Interferências?Por "motivos derivados da questão"?!

Tags: ,
comentar

Estado quer anular divórcio de Oliveira e Costa

Tags:
1 comentário

"Eu acreditaria em mim" - Dias Loureiro, "Diário de Notícias", 29-11-2008

 

Tags: ,
1 comentário

Tags: , ,
comentar

À medida que os dias correm, mais teias se vislumbram entre o poder político e o BPN. Coincidência, pode ser! Mas tenho para mim, que são coincidências flagrantes de mais e pior, justificam o amplo protesto e desagrado dos eleitores que ainda se deslocam às urnas.
Uma vez mais aparecem figuras do PSD e também mais uma vez, o BPN e o PSD, são aos olhos do que sabe no momento, a face mais cruel da herança cavaquista.
A dignidade do exercício de funções públicas parece ser à luz dos dias que correm, cada vez mais poesia para os nossos ouvidos.
 
Tags: , ,

Pesquisar
 
Contactos
camaradecomuns@sapo.pt

Editorial

Visitantes online

Comentários Recentes
Para mim casamento deve ser entre um homem e uma m...
Caro RFCom a modéstia com que foi escrito, podes t...
N sei q espirito deus aspirou pr a Africa. este co...
Mocambique està mais que tudo isto, sinto d...
e há cartas que nunca chegam.
Aguem colocou esta carta excelente na página de PP...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Everdade este pais precisa de um bom governador k ...
Casino EstorilA falta de escrúpulos veio para fic...
Tags

todas as tags

Links

Esquerda

5 dias
A barbearia do senhor Luís (Luís Novaes Tito)
A Busca pela Sabedoria (Micael Sousa)
A Forma e o Conteúdo (José Ferreira Marques)
A Forma Justa (Tiago Tibúrcio)
A Linha-Clube de Reflexão Política
A Nossa Candeia (Ana Paula Fitas)
Absorto (Eduardo Graça)
Activismo de Sofá (João R. Vasconcelos)
Adeus Lenine
Arrastão
Aspirina B
Banco Corrido (Paulo Pedroso)
Bicho Carpinteiro
Câmara Corporativa
Câmara de Comuns
Cantigueiro
Causa Nossa
Cortex Frontal
Defender o Quadrado (Sofia Loureiro dos Santos)
Der Terrorist (José Simões)
Entre as brumas da memória (Joana Lopes)
Esquerda Republicana
Hoje há conquilhas (Tomás Vasques)
Irmão Lúcia (Pedro Vieira)
Jovem Socialista
Jugular
Ladrões de Bicicletas
Les Canards libertaîres
Léxico Familiar (Pedro Adão e Silva)
Loja de Ideias
Luminária
Machina Speculatrix (Porfírio Silva)
Maia Actual
Mãos Visíveis
Mário Ruivo
Metapolítica (Tiago Barbosa Ribeiro)
Minoria Relativa
O Grande Zoo (Rui Namorado)
O Jumento
O Povo é Sereno
Raiz Política
Rui Tavares
Spectrum
Vias de facto
Vou ali e já venho (André Costa)
Vozes de Burros

Direita

31 da Armada
4R – Quarta República
A Arte da Fuga
A Douta Ignorância
A Origem das Espécies (Francisco José Viegas)
Abrupto (José Pacheco Pereira)
Albergue Espanhol
Alunos do Liberalismo
Blasfémias
Causa Monárquica (Rui Monteiro)
Clube das Repúblicas Mortas (Henrique Raposo)
Corta-fitas
Delito de Opinião
Era uma vez na América
Estado Sentido
Geração Rasca
Herdeiro de Aécio
Macroscópio
Menino Rabino (Marco Moreira)
Mercado de Limões (Tiago Tavares)
Minoria Ruidosa (Miguel Vaz)
O Cachimbo de Magritte
O Diplomata (Alexandre Guerra)
O Insurgente
Ordem Natural (Rui Botelho Rodrigues)
Palavrossavrvs Rex (Joaquim Carlos Santos)
Portugal Contemporâneo
Portugal dos Pequeninos
Psicolaranja
República do Caústico (João Maria Condeixa)
Rua da Judiaria
Suction with Valcheck
União de Facto

Outros

A Baixa do Porto (Tiago Azevedo Fernandes)
A Cidade Deprimente
A Cidade Supreendente
A Terceira Noite
Clube dos Pensadores (Joaquim Jorge)
De Rerum Natura
É tudo gente morta
Horas Extraordinárias (Maria do Rosário Pedreira)
Notas ao Café
O Diplomata
Arquivo

Abril 2015

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008