Sábado, 31 de Maio de 2008
4 comentários

 

Não sou nenhum Luís Paixão Martins, mas também não preciso, para compreender que é preciso ser feita uma leitura da estratégia de comunicação, mas também política, utilizada pelos três principais candidatos às directas. Onde o único verdadeiro vencedor foi Pedro Santana Lopes, que mostrou ser uma raposa velha, com poder de mobilização e que representa cerca de 30% do partido. Sem que para isso tenha tido apoios sonantes, como os de Pedro Passos Coelho e de Manuela Ferreira Leite.

A minha análise tem que começar, inevitávelmente, por Pedro Passos Coelho, a quem até ouvi chamar o Obama português, com uma diferença, o Obama está prestes a ganhar a eleição no Partido Democrata e PPC foi humilhado nas directas do PSD. Digamos que há dois momentos distintos na campanha de PPC: o momento em que apareceu como jovem promessa, herdeiro da militância genuína da jota e representante de uma nova vaga de esperança para o partido e um segundo momento, em que se rodeia dos liberais, esquecendo-se que os mesmos não dizem nada nem ao PSD, nem ao país. Quando PPC se lembrou de que era liberal, apareceu ao lado do Vasco Rato e convidou a desconhecida Filipa Martins para mandatária da juventude, matou as hipóteses de ascender à liderança do PSD.

 O Partido Social Democrata não é liberal, os seus militantes defendem a presença do estado na economia e os portugueses nunca deram, nem vão dar, espaço para haver um partido com pensamento liberal em Portugal. Até nisso Paulo Portas foi mais inteligente do que Pedro Passos Coelho, ao compreender que o Liberalismo em Portugal se há de resumir sempre a dois ou três blogs de referência, quatro ou cinco bons académicos e aos 200 e poucos militantes do CDS que tentaram criar a, extinta à nascença, ala liberal. Que o digam o Pedro Lomba e o Pedro Mexia, que hoje tentaram ajudar Passos Coelho no Diário de Notícias, o Adolfo Mesquita Nunes que gosto de ler, o João Miranda que já poucos ouvem, o André Azevedo Alves e o Pedro Picoito.

Quanto a Pedro Santa Lopes foi um vencedor, não só por ter ficado a uns míseros 3% de igualar Pedro Passos Coelho, mas por o ter conseguido sem apoios como os de Fernando Ruas, Marco António, Luís Filipe Menezes, Miguel Relvas, Pacheco Pereira, Rui Rio e Ângelo Correia. PPS contou apenas com as bases e com dois apoios verdadeiramente sonantes: Mendes Bota e Alberto João Jardim. Mesmo assim conseguiu vencer várias distritais, massacrou os restantes candidatos na Madeira e mostrou a sua força em importantes secções de todo o país. Mais que tudo soube gerir a agenda mediáica, arrancando no final com toda a força e usando os meios de comunicação social para chegar às bases, lembro que na sexta-feira foram publicadas quatro entrevistas de PSL na imprensa: 24horas, Semanário, Jornal de Notícias e Diário de Notícias.

 

Ver mais )
Tags:
1 comentário

Estou triste!

 

Sou apoiante convicto de Passos Coelho, trabalhei o que pude para que ele vencesse. A sua vitória seria a vitória do Partido e um vendaval de ar freco na política do PSD e do país.

 

Tal não aconteceu.

 

Parabéns à vencedora. Espero agora que o partido se una para tentar defender alguém cuja defesa é quase impossível.O Rato está a festejar com champanhe. E Pacheco Pereira também. Será que têm alguma coisa em comun?

 

Acabei de receber uma mensagem de um amigo a agradecer por termos acreditado em Manuela Ferreira Leite. O mesmo amigo que há dois dias me disse que não apoiava algum dos candidatos. Se MFL fizer as contas de todos os que agora dizem ter votado nela verá que afinal ganhou o partido com 70% dos votos.

 

E assim vai o PSD. União? nem na Selecção... e já agora, Rui Rio não vem em 2009, só em 2010...

 

 

Tags:
comentar

Quando um dos maiores partidos portugueses e com especiais responsabilidades nacionais decorrentes da sua dimensão e do facto de já ter governado Portugal por vários anos dá, a nível interno, quase 70% de votos ao passado, quando está em causa o futuro, caso para dizer: algo vai mal no reino laranja.

Se as últimas direcções do PPD eram lastimáveis, pela falta de rumo que tinham, a que se vislumbra nada tem de novo a oferecer ao País. Apenas uma velha e nada bem sucedida receita política da governação, que os portugueses infelizmente bem conhecem, do exercício do poder como acto meramente contabilístico. 

Portugal continua a ter falta de uma oposição forte e, sobretudo, crível.  

Tags:
2 comentários

Está encontrado o líder provisório do PPD até Rui Rio tomar conta do Partido em 2009!

Por cerca de 2000 votos de diferença...

Parabéns ao PPC pela "onda gerada" e a PSLopes pela "luta" que deu em condições muitíssimo desfavoráveis...

MFL 37%, PPC 31%,PSL 29%,PA 0,67%

 

Até já Rui Rio

 

 

Tags: , , , , ,
comentar

Quando Menezes ganhou as ultimas directas do PPD Pacheco Pereira escreveu...

 

 "Em matéria do PSD este é o blogue do mau perder. Direi mais ainda, do péssimo perder. E continuará assim até a bandeira ficar direita, se é que alguma vez fica direita."

- "Uma coisa que morreu ontem: os últimos restos do processo de refiliação de Rui Rio, os últimos restos de alguma moralização da vida interna para garantir a democracia dentro do partido."

- "A blindagem contra surpresas futuras vai ser total, porque eles não brincam em serviço. Se alguém pensa que Manuelas Ferreira Leite, Rios, Relvas, ou seja lá quem for podem ganhar alguma vez contra alguns daqueles profissionais, está bem enganado."

- "O PSD tinha até ontem uma crise de afirmação, mas estava a atenuar a crise de credibilidade. Hoje voltou em pleno à crise de credibilidade, e vai continuar a ter a crise de afirmação."

- "A outra razão pela qual Menezes ganhou, a mais importante para os votos que obteve, tem a ver com a incapacidade do PSD suportar mais tempo de oposição e ter "pressa" de chegar ao poder. Por isso acredita no Houdini, no milagre salvador."

 

Tags: ,
comentar

Ou o pessoal no quartel general das candidaturas de PPC e MFL anda a tomar psicotrópicos ou então é verdade o que ambas me disseram há 20 minutos...Santana está à frente no computo geral!E falta Algarve e os Açores para fechar contas...

Bem, por acaso a SIC Noticias até está a dar MFL como virtual vencedora...

Ora, por exemplo, PPC ganha a Concelhia do Porto com MFL em segundo,mas Santana ganha Gaia, portanto tudo em aberto no distrito do Porto.

Em Aveiro ganhou MFL com Santana em segundo (perdeu apenas por 200),MFL ganha Leiria e Évora,em ambos com PPC em segundo, em Braga Santana ganha com 1600 e MFL 1000, Oeiras ganha Santana com 128,MFL com 126 e PPC com cerca de 50.

Não sei se a SIC Noticias terá razão, é possivel mas nada garantido....Santana pode ganhar dadas as grandes diferenças que obtém nos seus bastiões!Quem diria?Eu não!

Querem ver que o Kompensan e o Guronsan ficam na gaveta em Gaia?

É que PPC já assume a derrota....Santana é muito forte no Algarve....teremos surpresa?

 

 

 

Tags: , , ,
comentar

MFL ganha apenas por 3 votos na sua própria secção,ganha em Setubal por cerca de 100 votos, perde por poucos votos em Oeiras....enfim, parece que o Porto vai decidir se PPC consegue compensar as desvantagens mais pesadas que deve ter em Aveiro e Coimbra.

Mas parece que MFL se prepara para ganhar no Porto também...

Nesse caso o que será feito de Marco António?

É que Rui Rio é o senhor que se segue em 2009 e desta vez para durar até ser primeiro ministro...

Nem imagino a azia que deve andar por Gaia!

 

 

 

 

Tags: , ,
1 comentário

Pedro Santana Lopes - 1300

Pedro Passos Coelho -   500

Manuela Ferreira Leite -  200

 

(resultados aproximados)

 

Alberto João Jardim ainda manda na sua quinta...ponto final!

 

Tags:
comentar

Tags:
comentar

 

Tags: , ,
comentar

Caro João,

 

Não desgostei do filme.

Ford continua em grande forma, mas a parte final do filme não tem ponta por onde se pegue. 

Aquela mania de Spielberg ver extra-terrestres em tudo estragou um filme, que não sendo melhor do que os três primeiros, podia ter um desfecho mais verosímil. Afinal, foi isso que sempre distinguiu o herói Indy de outros, em especial os do universo fantástico.

Fica o apontamento final, do chapéu. Bem pode indiciar a realização de mais uma película.

Tags:
2 comentários

O Paulo e o Pedro ainda se podem admirar com o que diz ou escreve e pensa o ex-eurodeputado do PPD.

Há muito tempo que o antigo militante do PCP (M-L) age em conformidade com o seu pensamento, que em muito se estrutura numa interpretação leninista da sociedade, ainda que procure dar um ar desligado de quem provocou a Revolução de Outubro.

É verdade que já passou mais de uma década, mas quem quiser perder um pouco de tempo analise como dirigiu Pacheco Pereira a distrital de Lisboa do PPD, quando a comandou, e o estilo leninista de bloqueio que decretou a nível das Câmaras e Juntas de Freguesia da Área Metropolitana de Lisboa que na altura não era lideradas pelo PPD.

Quem se deu ao trabalho de ler o escrito de Zita Seabra acerca da sua vida no PCP ("Foi Assim") verá quem era a única pessoa que queria aderir na clandestinidade ao PCP por amor à causa comunista.

Confesso que Pacheco Pereira estaria muito bem situado no Bloco de Esquerda. Verificadas as formas de pensar e actuar, em pouco diferem. São mais os pontos comuns do que os de divergência. Desde logo, o pretenso moralismo superior, a condenação de tudo e todos os que não perfilham a mesma leitura e o sentimento de perseguição.

Admiração com o quê?

comentar

"Crianças expostas a chumbo podem ser adultos mais violentos."

 

Afinal é para que isto não aconteça, que a Ministra da Educação está a trabalhar com tanto afinco! Mil desculpas por todas as acusações anteriores!

5 comentários

Tendo em conta isto e isto posso apenas assumir que Pacheco Pereira, há muito uma figura fantasmagórica que assombrava a tolerância dos que respeitam o seu currículo e a sua inteligência, quebrou as fronteiras da razoabilidade e do bom senso ultimamente arredados dos seus escritos e dos seus comentários e entrou no campo minado da mesquinhez, da ofensa gratuita e do ataque raivoso contra moinhos de vento que povoam a sua imaginação.

Portugal mudou, mas sem o consentimento de Pacheco Pereira.

O Mundo mudou, mas não pediu autorização a Pacheco Pereira.

Pacheco Pereira mudou mas não teve a decência ou a cordialidade de avisar Pacheco Pereira.

Pacheco Pereira está contra todo o Mundo e todo o Mundo conspira contra Pacheco Pereira.

Todo o Mundo o plagiou, todo o Mundo lhe deve algo , todo o Mundo é estúpido quando comparado a Pacheco Pereira, o Mundo não soube reconhecer a oitava maravilha que é o cérebro de Pacheco Pereira.

Nem mesmo Pacheco Pereira deu suficiente crédito e mérito a Pacheco Pereira, Pacheco Pereira está em dívida até para com Pacheco Pereira.

Por muito menos vi muito boa gente ser verdadeiramente "chacinada" politicamente, claro que Pacheco Pereira já nada representa na politica.

Abruptamente, Pacheco Pereira, passou do Paradoxo do Ornitorrinco para um Lado Solitário e Demente

 

 

 

Tags:
Sexta-feira, 30 de Maio de 2008
comentar

Querida, vai buscar os miúdos, vamos para Bora Bora!!!!

Loucura!!!Valentes a subir, semíticos a baixar....

 

Tags:
comentar

O título deste post diz tudo acerca da intervenção que acabei de ver de Luís Filipe Menezes, que a SIC/Notícias transmitiu em directo.

Além de manifestar uma falta de isenção num líder cessante, Menezes demonstrou porque não estava à altura das funções para que foi eleito há pouco mais de meio ano.

Se Menezes fizesse um mero exercício lógico, perceberia que o seu discurso não teve pés nem cabeça.

Considerou-se vítima de ataques "terroristas", dos barões com interesses instalados. E ele que disse que não saía da presidência nem à bomba.

Disse ser o Presidente que mais apoio tem nas bases e o seu sucessor, qualquer que ele seja, não terá a mesma maioria de apoio. Se tinha (teve?) porque saiu?

Disse que é imparcial, mas não deixou de apelar aos militantes para não votar na candidatura do passado, leia-se Ferreira Leite.

O discurso do canto do cisne, que Menezes fez, demonstrou porque não é um bom político.

Tags:
1 comentário

 

Depois de ler o texto do Rui Calafate, publicado no OJE e postado no blog onde escreve, fiquei a perceber que não tenho futuro na política. Pelo menos em primeiros lugares.

 

Em tempos pensei ser piloto de aviões, mas a miopia desviou-me desses pensamentos. Felizmente que para a política existem as lentes de contacto, just in case ;)

 

 

1 comentário

 

... aderir ao boicote à gasolina (ou gasolineiras), nos próximos 3 dias.

 

Por isso, de forma preventiva, vou encher o depósito, não vá precisar do carro.

comentar
Ex-militantes do CDS filiam-se sábado no PSD pela mão de Passos Coelho
 
Pois é....abordei aqui a faceta auto-destrutiva do Ex-Ministro da "Defesa,Das Fotocópias,Submarinos e Diz Que Também Do Mar" e logo recebi umas chamaditas duns amigos a perguntar "Oh PF, onde é que estavas no 25 do Novembro?"......
Parece que eu tinha razão!
 
Militantes descontentes do CDS em Lisboa, a Secção B (a que não pertenço friso) do PSD tem uma sede porreiramente porreira, um bar porreiramente porreiro e uma malta porreiramente "fixe", força.....ah, esquecia-me, e é um Partido Politico que "roda pelo Governo" e não vai acabar nos tempos mais próximos...digo eu!
 
(a malta do PSD aqui do blog tem andado distraída com as eleições e não tem defendido muito a tangerina, por isso eu dou uma mãozinha....)
Tags:
comentar

Imagens da Campanha de Pedro Passos Coelho

 

Imagens da Campanha de Manuela Ferreira Leite

 

Imagens da Campanha de Santana Lopes

 

Imagens da Campanha de Patinha Antão

 

Imagens de Luis Filipe Menezes

 

Imagens de Rui Rio

 

Imagens de Angelo Correia

 

Imagens de Cavaco Silva

 

Imagens de Alberto João Jardim

1 comentário

  

Hillary teria melhor desempenho em eleições gerais - sondagem

 

Espero que o Partido Democrata não

cometa o erro de desperdiçar a candidatura de Hillary.

Ela é a pessoa certa para o lugar certo.

Amanhã, eleição primária em Porto Rico, onde Hillary deve ganhar com mais de 10% dos votos.

E, neste fim-de-semana, o Partido Democrata decide o que faz aos resultados dos Estados da Florida e Michigan que não aceitaram, pelo facto do Partido, a nível estadual, não ter acatado as directrizes da direcção nacional. Aceitando o resultado dos votos destes Estados, Hillary aproxima-se, e bastante, do seu directo adversário interno em termos de delegados à Convenção.

Tags:
4 comentários

 

A CAMPANHA de Manuela Ferreira Leite para a liderança dos sociais-democratas chegou ao fim. A iniciativa com militantes na Maia, no distrito do Porto, na noite de quinta-feira acabou por ser a última, a 24 horas do encerramento oficial.

O fecho da campanha só estava previsto para esta sexta-feira à noite, com uma sessão no Hotel Tivoli, em Lisboa.

Mas o SOL apurou que a ex-ministra das Finanças já não vai realizar mais nenhuma iniciativa, viajando para Londres logo às 8h da manhã para acompanhar o nascimento do seu neto, que está previsto para esta sexta-feira.

Fontes da sua candidatura garantem, porém, que Manuela Ferreira Leite estará de volta no sábado a tempo de votar nas eleições directas.

 

Notícia do SOL

1 comentário

 

Passos Coelho diz estar «confiante»

 

Passos Coelho rejeitou, esta quinta-feira, a acusação de Santana Lopes de que o candidato à liderança do PSD sente o «chão a fugir-lhe dos pés» e mostrou-se confiante de que vai vencer as eleições de sábado.

 

Notícia TSF

 

 


Ex-líder da JSD continua a somar apoios

 

 
Ângelo Correia reservou-se para o fim mas fez o que se esperava: apoia Passos Coelho para líder do PSD.
 

 

 

 


Notícia do DN online - Sondagem da candidatura de PPC

 

Junto de Passos Coelho, estima-se que a vitória lhe possa sorrir com cerca de 40,10% dos eleitores, com Ferreira Leite em segundo lugar (com 37,24%) e Santana Lopes com 22,65%.

 

Ver notícia completa

 

 


Passos Coelho diz que opção é entre ele e Ferreira Leite
 
 
O candidato à presidência do PSD Pedro Passos Coelho afirmou hoje, no Porto, que os militantes do seu partido só têm «dois caminhos a seguir» na escolha do futuro líder do partido, ele próprio ou Manuela Ferreira Leite.

 

 

Ver restante notícia do Sol

 

 

 

 

 


Campanha de Passos Coelho marcada por baixa de impostos

 

Pedro Passos Coelho foi o primeiro a entrar na corrida à liderança do PSD após a demissão de Filipe Menezes, apresentou-se como liberal e fez da defesa da baixa dos impostos uma das traves da sua campanha.

 

A 17 de Abril, horas antes de Menezes dizer que se demitia, Pedro Passos Coelho afirmava à Lusa que nas próximas eleições internas tinha «a obrigação moral» de defender as suas ideias e candidatar-se, embora ressalvando que não há «decisões destas que sejam incondicionais, contra tudo, contra todos, em quaisquer circunstâncias».

A «circunstância» aconteceu com demissão do líder, nessa mesma noite.

 

Ver a notícia no Diário Digital

Tags:
comentar

 

E Pedro Passos Coelho, que surgiu como o "liberal" desta campanha?

É um pouco insólito. Há muita confusão ainda naquela cabeça. Diz-se liberal e está sempre a falar na intervenção do Estado. Para já, dizer-se liberal de um modo tão taxativo num partido social-democrata é algo de insólito, mas pronto. Se fosse eu a dizer... Há uns anos quando uma pessoa dizia isso era quase considerado herege... Com toda a franqueza, acho que Pedro Passos Coelho tem ainda um caminho para percorrer, para organizar a sua constelação de princípios e opções programáticas. Embora, e não o nego, que a sua candidatura tem dado um contributo importante para o debate e para a perspectiva de abrir caminhos para a renovação do PSD. Mas temos que ter noção: Pedro Passos Coelho fez uma determinada opção de vida, estudou até aos 40 anos, agora não pode querer ser primeiro-ministro cinco anos depois.
 

Ver entrevista completa ao DN


 

O candidato regressado de outros combates mantém-se de pé. Num registo mais calculado, faz até uma autocrítica, mas o essencial do que conhecemos de Pedro Santana Lopes permanece combativo, emotivo, ofendido com quem o critica e profundamente crente na sua capacidade para vencer eleições. Mas duvida da clarificação no PSD, apesar de ser esta a razão por que se candidata.


Olíder parlamentar do PSD procurou demonstrar como conhece os dossiês e tem quem o ouve e leva a sério.

 

Entrevista ao Jornal de Notícias


 

Tem sido ventilado por alguma comunicação social e por alguns comentadores que o senhor está a perder terreno para as outras candidaturas. Como responde a essa crítica?


Isso não é uma crítica. São tentativas de manipulação da opinião pública, que não batem certo. Não tem fundamento. Basta constatar que não há nenhuma candidatura que tenha os apoios das estruturas do partido que eu tenho: de um presidente de um governo regional; de presidentes das distritais como Braga, Faro, Viana do Castelo ou Castelo Branco; de estruturas da jota; dos TSD de Lisboa; do presidente dos TSD do Porto... O que é que quer que eu diga mais? Quais comentadores? Marcelo Rebelo de Sousa?
Por exemplo.
Marcelo Rebelo de Sousa sabe-se que apoia Manuela Ferreira Leite e que fala em causa própria. Isso não devia ser, de facto, possível. Mas isso é o que menos me preocupa neste momento. O que sinto é cada vez mais razões para estar convencido que vou ganhar no fim-de-semana e que os militantes do PPD/PSD não irão deixar outras pessoas escolherem por eles.

 

Pedro Santana Lopes em entrevista ao Semanário


Votos da Madeira vão decidir o líder do PSD
 

A eleição de amanhã no PSD será decidida por escassos votos. A Madeira será decisiva. Votou nas eleições anteriores massivamente em Marques Mendes e, agora, vai ter que decidir se quer Ferreira Leite ou se segue o presidente do Governo Regional da Madeira e vota em Santana Lopes. O papel reservado por cada uma das candidaturas ao PSD Madeira no país pode ser decisivo para a escolha dos militantes da Madeira. E a questão do Bloco Central pode explicar porque a Madeira, desta vez, pode votar ao lado de Santana Lopes e deixar cair Ferreira Leite, cuja política económica é de continuidade relativamente ao Partido Socialista e acaba por desvalorizar o peso da Madeira no contexto nacional.

 

Ver toda a notícia


 

“Com o apoio de Jardim ficou claro que Santana vai ganhar”
 

Rui Gomes da Silva, vice-presidente do PSD e apoiante de Santana Lopes, diz em entrevista ao Semanário que se antes da declaração de Alberto João Jardim, Santana Lopes era já um candidato com grandes hipóteses de vitória, com o apoio do presidente do Governo Regional da Madeira "ficou claro que Santana Lopes será o próximo líder do PSD."

 

Ver o resto da notícia


 

Entrevista de Pedro Pinto, amigo pessoal e apoiante de Santana Lopes.

 

Esperava mais apoios da ala menezista?
Não consigo perceber quais é que são os apoios que nós não temos da ala menezista. É capaz de me dar três?

Marco António Costa, Feliciano Barreiras Duarte...
... O único que se pode considerar com algum peso - e na altura própria vamos ver porque ninguém é dono de votos - é esse companheiro do Porto, o dr. Marco António. Ele está a dizer que tem o Porto, fala pelos militantes. Vamos ver quanto é que ele vale, realmente, em termos de prestígio no Porto depois das eleições. Mas é o único. Não Troco o apoio do dr. Alberto João Jardim por dois Marco Antónios e por três Felicianos Barreiras Duarte.

 

Ver o resto da entrevista

Tags: , ,
1 comentário

a morte de Marulanda representa mais um duro golpe na direcção das FARC-EP, mas a organização promete não desarmar na defesa da «justiça social, da soberania nacional e da verdadeira democracia».
 

O PCP, que se diz o defensor dos fracos e oprimidos, é o mesmo partido que sem pudor defende um grupo terrorista que vive da extorsão, sequestros e, sobretudo, tráfico de droga.

É bom não esquecer que as FARC têm em cativeiro há cinco anos e em condições deploráveis a candidata presidencial Ingrid Betancourt, bem como outras tantas centenas de pessoas.

O PCP devia ter vergonha dos amigos que tem e das causas que defende.

Tags: , ,
comentar

Quem acorda assim...ou assim...e assim...também assim...e por vezes assim...

 

 

Só pode ser muito especial....só pode ser uma Bomba Inteligente!

comentar

Patinha Antão é prejudicado nas "directas" laranjas apenas por ser um crente místico com dons sobrenaturais...

 

 

Patinha?Atão?...

Tags:
comentar

Colectânea dos Radiohead editada esta segunda-feira
 

Vale a pena ver...

 

 

comentar

O senador republicano ganha por uma margem estatisticamente insignificante de ambos os candidatos nos cenários das eleições gerais, com 47% das intenções de voto contra 45% de Hillary e 46% contra 45% de Obama.
 

I told you so....

 

 

 

Quinta-feira, 29 de Maio de 2008
comentar

«Julgo que o dr. Mário Soares foi também influenciado por aquilo que foi um dos maiores embustes lançados na sociedade portuguesa, julgando que o relatório lançado na semana passada [sobre pobreza] se referia a números actuais. Mas esse relatório era de 2004», declarou José Sócrates aos jornalistas.

 

Oooppppsss!!!

 

 

Pesquisar
 
Contactos
camaradecomuns@sapo.pt

Editorial

Visitantes online

Comentários Recentes
Para mim casamento deve ser entre um homem e uma m...
Caro RFCom a modéstia com que foi escrito, podes t...
N sei q espirito deus aspirou pr a Africa. este co...
Mocambique està mais que tudo isto, sinto d...
e há cartas que nunca chegam.
Aguem colocou esta carta excelente na página de PP...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Everdade este pais precisa de um bom governador k ...
Casino EstorilA falta de escrúpulos veio para fic...
Tags

todas as tags

Links

Esquerda

5 dias
A barbearia do senhor Luís (Luís Novaes Tito)
A Busca pela Sabedoria (Micael Sousa)
A Forma e o Conteúdo (José Ferreira Marques)
A Forma Justa (Tiago Tibúrcio)
A Linha-Clube de Reflexão Política
A Nossa Candeia (Ana Paula Fitas)
Absorto (Eduardo Graça)
Activismo de Sofá (João R. Vasconcelos)
Adeus Lenine
Arrastão
Aspirina B
Banco Corrido (Paulo Pedroso)
Bicho Carpinteiro
Câmara Corporativa
Câmara de Comuns
Cantigueiro
Causa Nossa
Cortex Frontal
Defender o Quadrado (Sofia Loureiro dos Santos)
Der Terrorist (José Simões)
Entre as brumas da memória (Joana Lopes)
Esquerda Republicana
Hoje há conquilhas (Tomás Vasques)
Irmão Lúcia (Pedro Vieira)
Jovem Socialista
Jugular
Ladrões de Bicicletas
Les Canards libertaîres
Léxico Familiar (Pedro Adão e Silva)
Loja de Ideias
Luminária
Machina Speculatrix (Porfírio Silva)
Maia Actual
Mãos Visíveis
Mário Ruivo
Metapolítica (Tiago Barbosa Ribeiro)
Minoria Relativa
O Grande Zoo (Rui Namorado)
O Jumento
O Povo é Sereno
Raiz Política
Rui Tavares
Spectrum
Vias de facto
Vou ali e já venho (André Costa)
Vozes de Burros

Direita

31 da Armada
4R – Quarta República
A Arte da Fuga
A Douta Ignorância
A Origem das Espécies (Francisco José Viegas)
Abrupto (José Pacheco Pereira)
Albergue Espanhol
Alunos do Liberalismo
Blasfémias
Causa Monárquica (Rui Monteiro)
Clube das Repúblicas Mortas (Henrique Raposo)
Corta-fitas
Delito de Opinião
Era uma vez na América
Estado Sentido
Geração Rasca
Herdeiro de Aécio
Macroscópio
Menino Rabino (Marco Moreira)
Mercado de Limões (Tiago Tavares)
Minoria Ruidosa (Miguel Vaz)
O Cachimbo de Magritte
O Diplomata (Alexandre Guerra)
O Insurgente
Ordem Natural (Rui Botelho Rodrigues)
Palavrossavrvs Rex (Joaquim Carlos Santos)
Portugal Contemporâneo
Portugal dos Pequeninos
Psicolaranja
República do Caústico (João Maria Condeixa)
Rua da Judiaria
Suction with Valcheck
União de Facto

Outros

A Baixa do Porto (Tiago Azevedo Fernandes)
A Cidade Deprimente
A Cidade Supreendente
A Terceira Noite
Clube dos Pensadores (Joaquim Jorge)
De Rerum Natura
É tudo gente morta
Horas Extraordinárias (Maria do Rosário Pedreira)
Notas ao Café
O Diplomata
Arquivo

Abril 2015

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008