Quarta-feira, 30 de Abril de 2008
comentar

Roubado aqui

Tags: ,
2 comentários

 

"O Belém vai mesmo perder os 6 pontos. Interessa lá agora que a Liga espanhola não tenha feito constar do passaporte desportivo de Meyong os 12 minutos que jogou ao serviço do Albacete antes de ir para o Levante. Dura lex, sed lex, aplicada na letra e sem espírito algum. Para que a decisão se torne definitiva na ordem jurídica paralela do mundo do futebol só falta mesmo a publicação no diário oficial, ou seja, a alteração da classificação na tabela da Bola."

Pedro Delgado Alves, Boina Frígia

 

Nada melhor do que um jurista, aliás um bom jurista, para explicar de forma tão simples e clara o que se passou com o Belenenses. Sou sócio e logo suspeito para falar do tema, mesmo assim acho que o Pedro tem razão, a dualidade de critérios no futebol português é óbvia, as decisões são mal tomadas e só os pequenos clubes é que são prejudicados.

 

O caso Meyong leva o Belém a perder 6 pontos, mas o caso apito dourado vai fazer quantos clubes baixarem de divisão? Parece que a utilização irregular de um jogador, mesmo com todas as atenuantes que o Pedro referiu, é mais grave do que a corrupção. O futebol português é o espelho do país onde vivemos.

 

P.S. - Acho que pela primeira vez eu, o Rodrigo Saraiva e o João Almeida vamos concordar.

Tags: ,
comentar

Um caso da vida real, sem liberalismos nem socialismos, apenas um facto, ou um número, ou afinal um ser humano, testemunhado por um médico da AMI.

 

comentar

Em 3 dias, no 31 da Armada, Rui Castro publicou 5 posts sobre Pedro Passos Coelho.

*ou falta de mimo

Tags: ,
comentar

PCP anuncia moção de censura ao Governo

Jerónimo de Sousa afirmou que a revisão das leis laborais representam um retrocesso para os trabalhadores

 

Para o PCP, a actual realidade laboral deve ser a melhor dos mundos, por isso, não se deve tocar em nada.

Não deixa de ser lamentável verificar que um partido que se diz defensor da classe trabalhadora mais condene o futuro desta mesma classe, com a sua política de inacção.

As medidas que o Governo pretende introduzir no universo laboral são de elementar Justiça Social, contra as quais o PCP se opõe.

A apresentação da moção de censura mais não prova do que a falta de argumentos críveis e a exclusão de um processo que se quer e deve ser participado e o mais alargado possível.

Fiel à postura de tudo condenar, em nada se responsabilizar e de tudo desprezar, o PCP, no fundo, continua a expressar o seu total desinteresse pelo futuro do Trabalho em Portugal. 

Tags: ,
2 comentários
2 comentários

A ANAREC afirma que é um escândalo aumentar 14 vezes os combustíveis e reduzir apenas 3, dado que o petróleo tem subido, mas em grande medida devido à grande desvalorização do dólar face ao euro.

Parece fazer sentido, se por exemplo analisarmos o preço da gasolina/gasóleo mês a mês nos últimos 2 anos, o estudarmos juntamente com um gráfico mostrando a evolução Euro/dólar e compararmos o "preço" da gasolina/gasóleo com o preço do Brent ora em dólares, ora em euros, ficamos com a sensação de que algo não está correcto!

Mesmo assumindo um aumento de custos de refinação/transporte ou transferência do aumento de "risco" para o consumidor, não parece que a situação dos combustíveis em Portugal esteja isenta de suspeitas sérias de cartelização.

 

Os combustíveis mais caros da Europa  ; Abel Mateus e os cartéis ; diferencial nas descidas dos preços em comparação com o mercado internacional, vamos continuar a olhar para o lado e a fingir que nada se passa?

 

 

comentar

agência de comunicação, sigla fácil, defesa do voto obrigatório, no DN

 

É de facto uma excelente Escola de Gestão, a do ISCTE...

4 comentários

Cavaco Silva disse ontem que:

 

"sempre soube distinguir entre relações pessoais e as funções como Presidente da República"

 

Mas recordo-me deste artigo por ele escrito:

 

"a má moeda expulsa a boa moeda."

 

 

E também  tenho na memória algumas pérolas, como esta sobre os barões do PPD na sua autobiografia:

 

"Estava a ficar farto" ...e já não conseguia ouvir ..."os discursos dos chamados 'barões' ou de certos dirigentes, em relação aos quais eu me interrogava como tinham conseguido ascender na hierarquia partidária. Fui ao ponto, discursando em Faro, na festa de verão do partido, em 13 de Agosto de 1994, ter afirmado: 'no PSD, tal como nos partidos da oposição, também existem alguns 'barões' que vêem nos partidos trampolins para alcançarem benesses partidárias".
pag . 481, volume II
Portanto fui procurar alguma informação sobre a coerência do actual Presidente da República:
  • reformas e estatísticas no tempo de Cavaco Silva Primeiro Ministro - 1 - 2 - 3 - 4 - 5
Tendo isto, e mais alguns factos, em conta não acredito que a separação das águas entre funções e amizades pessoais (bem como ambições e objectivos pessoais) seja credível , aliás penso haver um "bigger picture", um "masterplan " por trás das "opiniões" e "influências" do "social democrata" Cavaco Silva.
Desde que Cavaco  Silva abandonou a liderança do PPD /PSD para Fernando Nogueira sempre se sentiu a "mão invisível" cavaquista nas lideranças e nas quedas do seu Partido...
Depois de ser ministro das finanças de Sá Carneiro, a partir do Congresso da Figueira da Foz e dos 10 anos como Primeiro Ministro, Cavaco Silva provou que era um politico profissional, e dos "bons"!
Pelo menos eficaz na concretização das suas "opções"....
Devo confessar que o extremo tacto, a extrema estratégia com que a Presidência da República gere o relacionamento com o Governo, a delicadeza "cirúrgica" como opina, e especialmente como não opina, sobre qualquer matéria de interesse nacional ou partidário, da OTA ao TGV, da Madeira (desde o Sr Silva até à actualidade) ao IVG , da educação à saúde, me faz suspeitar que os próximos tempos serão conturbados tanto para o Governo como para o PPD /PSD.
É que se "guerrear o Governo Socrates" trará sempre alguma satisfação às bases e ao aparelho laranja, a submissão à lógica do costume, que tão maus resultados tem dado, não deverá ser facilmente aceite.
Acredito que muitos militantes do PPD/PSD, mais ou menos liberais, mais ou menos populistas, recusarão render-se  à lógica da "monarquia absolutista encapotada".
Será este "autentico" magistério de influência benéfico ao País?O que custou ao PPD /PSD o exercício desse magistério nos últimos 10 anos?


Tags: ,
4 comentários

Até dia 31 de Maio conto colocar posts que esclareçam o meu apoio a Pedro Passos Coelho.

Comecei logo no dia 20 de Abril por afirmar o meu apoio!

A convicção deste apoio cresce e solidifica-se todos os dias.

Porque apoio Pedro Passos Coelho?

Porque (outros) continuam a falar muito do PSD e do passado, enquanto Pedro Passos Coelho tem falado do país e dos portugueses e do que eles precisam para o futuro!

Tags: , ,
1 comentário

E ainda falam de mudança!

Tags: ,
1 comentário

Ronaldo, mais conhecido por "fenómeno" não marca golos há muito tempo. Pensava-se que era devido a um problema no joelho. Descobriu-se agora que o problema é falta de visão. Só pode!

 

Tags:
comentar

Melhor que o Red Bull, para revitalizar corpo e mente...

 

 

 

 

comentar
Um pequeno porquê do meu apoio a Passos Coelho.
Tags: ,
3 comentários

 

"Confesso que chego a ter pena daquela malta da JS que, ano após ano, lá aparece na Avenida, pronta para desfilar e representar os mais velhinhos do PS que nestas alturas optam por ir a banhos ou mesmo por ficar em casa.
Mas este ano os tipos foram sérios candidatos à maior gargalhada do desfile..."

Bomb Jack, Spectrum

 

Há coisas que realmente me despertam gargalhadas, principalmente quando vêm de pessoas à minha esquerda, que continuam a achar que a democracia é deles e que a FEC(ML), a OCMLP, a LCI, o PRT, a UDP, o MES, o MRPP e a restante tralha, foram os verdadeiros heróis da democracia portuguesa.

 

Eu participei neste desfile, justamente atrás dessa lona e vi coisas muito engraçadas, realmente vi. Querem alguns exemplos? Vi militantes do de um certo partido, que se acha dono da liberdade, a insultarem militantes da Juventude Socialista, vi também um João Proença a ser assobiado, um Aquilino Ribeiro Machado a não merecer palmas e um Pedro Nuno Santos a também ser assobiado. Vi ainda um senhor, com um autocolante de um certo partido, a empurrar uma camarada minha da JS, para não falar daqueles que usam a marcha do 25 de Abril para atacarem o governo e para transformarem a política num mero exercício de provocação.

 

Maior falta de respeito do que esta, só no ano passado, quando o militante do PS Edmundo Pedro subiu ao palco e também foi assobiado. Para quem não sabe, este senhor foi o mais jovem preso político da PIDE, foi sempre um lutador e tem muitas lições a dar sobre o que é ser de Esquerda, principalmente aqueles para quem a JS no 25 de Abril provoca gargalhadas.

 

Abril é de todos, quer o "Bomb Jack" goste ou não. Infelizmente aquela marcha continua a ser utilizada como arma de arremesso político, por aqueles a quem Abril não lhes trouxe o respeito pelo pluralismo democrático, que ideológicamente nunca defenderam - olhemos para a China, para Cuba, para a URSS e para a Albânia. O facto da JS estar todos os anos na marcha é uma vitória da liberdade contra o sectarismo, mais do que isso, é um acto de coragem do qual muito me orgulho, enquanto jovem e enquanto socialista. Para o ano lá estarei.

Tags: , , , ,
2 comentários

 

"Há alguns posts atrás, acautelamos a necessidade que António Costa deverá começar a ter em “apresentar obra”. Apesar de ainda beneficiar de um relativo estado de graça, os primeiros balanços começam a surgir. E não são muito positivos… Na sua crónica desta semana no Público, o insuspeito Pedro Magalhães traça um quadro algo demolidor dos 280 dias de mandato de António Costa. Parte de um episódio recente sobre a ampliação da Gare do Oriente e o desconhecimento da CP. Passa pelas medidas simples prometidas e ainda não cumpridas (pintura de passadeiras, ataque ao estacionamento em segunda fila e em cima dos passeios e recuperação dos espaços verdes). Alerta ainda para a falta de atenção que, em benefício de António Costa, tem caracterizado a comunicação social."

JRV, Activismo de Sofá

 

Alguma Esquerda não consegue compreender quando existe um socialista que realmente quer mudar uma cidade, quer realizar obra e fazer alguma coisa pelo município de Lisboa. António Costa herdou uma situação muito complicada na CML, cheia de dívidas a fornecedores, com uma Assembleia Municipal maioritariamente PSD e com uma máquina densa e completamente insustentável.

 

Em 280 dias António Costa mudou a imagem da CML, está a fazer um esforço para liquidar as dívidas e tem conseguido, sem grandes problemas, manter um equilibrio democrático com as restantes forças políticas da cidade, a começar pelo Bloco de Esquerda, que integra o executivo. Até agora, o presidente socialista da CML, tem sido um exemplo, por isso mesmo vai ganhar em 2009. O mundo autárquico precisa de muitos "Antónios Costas". 

Tags: , ,
3 comentários

 

"Geralmente acredita-se que quanto mais jovem é um eleitor, maior a probabilidade de ser «de esquerda». Há quem justifique tal crença numa alegada viragem à direita que vai acontecendo com à medida que se envelhece, passando do idealismo sonhador ao pragmatismo temperado pela sabedoria da idade. Sempre me pareceu que esta justificação era disparatada, mas não sabia que o fenómeno que pretendia explicar era inexistente.
Pelo contrário: quanto mais velho é o eleitor, maior a probabilidade de ser de esquerda.(...)"

João Vasco, Esquerda Republicana

 

O João Vasco, que há uns anos tive a oportunidade de conhecer num programa da RTP, apresenta os dados de uma estatística que prova, com clareza digamos, que existe uma tendência para que as pessoas mais velhas votem mais à esquerda. Desmonta com isso a velha ideia, que o mesmo refere no seu post, de que quem aos 18 não é de esquerda não tem coração e quem aos 30 não é direita não tem cérebro.

 

Acho que as pessoas mais velhas têm mais memória histórica e este é o dado principal. Sabem que a direita que hoje se afirma como liberal, que premeia gestores a políticos e que usa e abusa da meritocracia capitalista, é a mesma direita que ainda há três anos deixou o défice em 7%, a mesma que na altura de Cavaco não soubre aproveitar os fundos comunitários e a mesma que, inclusivé a nível interno, se tornou num verdadeiro pântano.

 

A direita portuguesa só pode ser apelativa para a juventude, que mal veja o tempo correr e as politicas a falharem, acabará por votar à esquerda. Verdadeiramente, quem aos 18 não é de direita não é cool, quem aos 30 não é de Esquerda não tem cérebro.

Tags: ,
3 comentários

"Um puto de 18 anos, com pinta de Bruce Lee e notório mau humor, mandou dois polícias para o hospital a toques de pontapé, e foi o suficiente para montar o cenário para mais uma overdose comunicacional sobre o aumento da insegurança e a necessidade de mais efectivos policiais."

Pedro Sales, Zero de Conduta

 

O Pedro não compreende o problema da violência, principalmente na juventude. Não quero com isto dizer que partilho da euforia do CDS, quando aborda este tema, mas também não consigo olhar com a naturalidade com que o Pedro Sales, mas também o Bloco de Esquerda, olham quando falamos da criminalidade e do reforço das forças policiais.

 

Quando o BE nasceu, uma das suas grandes bandeiras era a polícia não usar armas de fogo, em certo tipo de actividades, como por exemplo o mero patrulhamento. Claro que o BE cresceu, ganhou algum peso eleitoral e com isso algumas, embora não se note muito, responsabilidades. Esta proposta tem sido silênciada.

 

Hoje o Pedro Sales ataca a imprensa por se preocupar com um "Bruce Lee" que espanca dois polícias e olha com naturalidade para o caso da esquadra de Moscavide. Amanhã este problema, se não for combatido, com um forte reforço do número de policias na rua, vai-se agravar.

 

Sou de esquerda e sempre o fui. Gosto de ler o que o Pedro escreve e acho que é um jovem que em muito tem ajudado o Bloco de Esquerda a crescer. No entanto, há posições que não se compreendem, por parte de dirigentes de uma força partidária que ambiciona tornar-se a terceira força política em Portugal. O Bloco precisa de amadurecer, por isso sou de Esquerda e não Esquerdista e por esse mesmo motivo acho que a segurança também deve ser uma bandeira da Esquerda.

Tags: , ,
Terça-feira, 29 de Abril de 2008
4 comentários
Nasce um novo partido,não é de esquerda nem de direita, e pretende ir a eleições em 2009.
Todos os contributos são bem-vindos , necessários até, existem é vários projectos e movimentos a "apontar" para o "centro do espectro politico", alguma biodiversidade neste aspecto seria muito proveitosa de certeza.
O "centro" do espectro politico português começa a ficar "engarrafado", a este ritmo "alguém" terá de ir para a faixa mais à esquerda ou mais à direita!
 
Espero que ninguém se esqueça do sinal de mudança de direcção e de olhar pelo espelho retrovisor...
2 comentários
comentar

O PCP abre quarta-feira o debate quinzenal com o primeiro-ministro no Parlamento, e escolheu como temas as políticas sociais e económicas, aproveitando também para questionar José Sócrates sobre a revisão do Código do Trabalho.

 

O PCP escolhe um bom e pertinente tema para abrir o debate de amanhã: as reformas do universo laboral. Lamenta-se, todavia, que os comunistas continuem com uma leitura desfasada do mundo do trabalho, mantendo-se, sempre, na posição de tudo condenar e contestar.

Quando este Governo mais aposta na valorização e qualificação profissionais, o PCP, como o BE, protestam pelas medidas que se implementam, como se a realidade laboral de hoje fosse perfeita e a mais segura para as pessoas.

É preciso valorizar as qualificações e segurança profissionais, mas comunistas e bloquistas, que tanto se arvoram defensores dos trabalhadores, nada defendem neste âmbito. 

Tags:
comentar

 

O panorama agrícola, embora atravesse o período que todos conhecem, poderá retirar sérias vantagens do momento específico em que vive. Chegou um dos poucos momentos na história recente - daquela que eu me lembro com esta "tenra" idade - em que as pessoas voltam a encarar o peso estrutural que representa a agricultura no mundo e no nosso país.

 

É dada, hoje, a importância devida, sob forma de preocupação, ao problema agrícola. E tanto melhor é esta preocupação generalizada, se nos lembrarmos que até Julho - salvo erro - será apresentada a nova lógica da PAC. Interessa pois pensar os erros e as consequências. E sobre este assunto voltarei em breve e com maior profundidade.

 

Para já, pedia que os intervenientes e responsáveis devidos, fizessem todo o trabalhinho de casa antes de quaisquer declarações, para que não aconteça isto:

 

Jaime Silva diz aos «portugueses «para estarem tranquilos» garantindo que «os alimentos não vão faltar», já que o país produz «pão e cereais»  

 

É verdade que podemos estar tranquilos, mas a razão não é a referida. Tomara nós conseguirmos responder a metade da procura interna, quanto mais...

Tags: , ,
comentar

O Homem vai à Lua e envia sondas para fora do sistema solar, descodifica o genoma humano, manipula genes, sobe ao Everest e estuda a Fossa das Marianas, investiga partículas sub-atómicas , provoca chuva, muda a face do planeta e tem um arsenal nuclear suficiente para destruir a Terra 27 vezes.

O Homem é capaz de  escrever, pintar ou esculpir obras primas, dar a vida pelos outros, pela Pátria, pela religião, por ideologias, mas também é capaz de matar por um Deus, por um Profeta, por um Líder , por cobiça, inveja, ciúme, ódio ou sem razão alguma.

O Homem é capaz de salvar espécies animais e também consegue extinguir metade da fauna do planeta em 100 anos.

 

Mas o Homem não é capaz de fazer HOJE o que fazia  há 10 mil anos atrás...alimentar-se através da agricultura!

 

Por vezes custa tanto acreditar em Darwin como perceber os misteriosos desígnios Divinos!

 

 

 

Já sei, a fome no mundo é consequência do capitalismo e da globalização?

Se calhar é culpa dos transgénicos ?

Então é culpa da PAC da UE?Ou das politicas proteccionistas dos EUA?

Será da falta de verdadeira liberalização do mercado mundial?

Falta de regulação?Ou excesso de regulação?

Não será mesmo por ESTUPIDEZ e DESUMANIDADE? 

Tags: ,
comentar

Neste post destaquei um caso de força para lutar contra o cancro da mama e de coragem para assumir a doença e o tratamento de forma a tentar ajudar outros...

Porque os exemplos dão força a quem está em necessidade e neste caso até podemos ELOGIAR  pelas melhores razões possiveis um......POLITICO....uma MULHER DEPUTADA...relembro o texto.

2 comentários

Actriz portuguesa de 34 anos emite comunicado oficial no qual revela estar em fase de recuperação de uma cirurgia a um tumor maligno.

 

Quis o infortúnio bater à porta de Fernanda Serrano.

Pelos vistos, a actriz está a encarar com força e sem alarmismos a doença de que foi vítima.

Fica o exemplo desta figura pública, por ser mais um testemunho, de que a luta contra o cancro da mama diz respeito a todas as idades e, também, por não querer ser alvo de uma cobertura mediática que em nada beneficiaria o seu estado de saúde, nem contribuiria para a sensibilização das pessoas para uma doença que não diz apenas respeito aos outros.

 

1 comentário

 

Hillary aparece com mais chances de vencer McCain que Obama

 

Quanto mais se esfuma o efeito novidade de Obama, mais Hillary se consolida com a candidata do campo Democrata com condições para ganhar a eleição de Novembro.

Tags:
1 comentário

 

 

 

 

Cada vez gosto mais deste senhor que se diz do PSD. Sim, porque eu não acredito que realmente o seja, ou melhor, já o ouviram falar bem do PSD?

A deslealdade que demonstra, quer ao partido quer intelectualmente, é gritante!

 

 

Pior, só este post castra_trofista em que o Messias reencarna no corpo e espírito de Manuela Ferreira Leite, pessoa pela qual, apesar de não a apoiar, nutro estima e consideração.

 

JPP escreve: "... mudar estilos, linguagem, processos e pessoas..." 

Não pode ser uma análise séria. Mudar? Com Manuela Ferreira Leite? Alguém acredita realmente na mudança com esta histórica, quando aparece na apresentação da candidatura rodeada, apenas e só, por ditos notáveis que tudo fizeram e fazem para que nada mude? Renovação ou mais do mesmo?

 

JPP diz que não quer que o PS governe por mais uma década, mas apoia Ferreira Leite.

 

Eu "apenas" quero que o País se desenvolva, e  por isso APOIO INCONDICIONALMENTE alguém que pode, efectivamente, mudar o panorama nacional, PEDRO PASSOS COELHO!

 

Por fim, uma curiosidade, sabem que idade tem PEDRO PASSOS COELHO? A mesma que tinha Cavaco Silva quando foi Primeiro-Ministro! E esta, hein?

 

 

Tags: , , ,
comentar
1º Facto: A candidatura de Manuela Ferreira Leite (MFL) é um candidatura corajosa (na óptica desta);
2º Facto: MFL tem um passado de governação e experiência;
3º Facto: MFL consegue cativar apoios de muitos dos chamados "barões" do PSD;
4º Facto: MFL representa o passado e não o futuro;
5º Facto: MFL não representa uma ruptura com as políticas de austeridade de José Sócrates;
6º Facto: MFL , digam o que disserem, é uma especialista, como o nosso Presidente, em Finanças Públicas;
7º Facto: MFL , ao contrário do que alguns afirmam, não foi uma boa ministra, em nenhum dos pelouros que assumiu.
8º Facto: MFL não é a figura que garante a confluência de apoios dentro do partido (como bem atestam algumas declarações de, por exemplo, Mira Amaral).

MFL é uma figura incontornável dos últimos anos da política portuguesa, mas é também um sinal da incapacidade deste país em reformar e em apostar  em novas ideias e pessoas.  Sendo da Geração de 80, não posso, como é óbvio, esquecer o papel miserável e destrutivo que este senhora teve nos dois anos em que foi ministra da Educação de Cavaco Silva. “Há muita falta de memória na política e nos políticos”.

Nem tão pouco posso ignorar que para o bem ou o mal, foi MFL que deu o sinal da necessidade de conter o deficit público e apertar o cinto, o que desde logo foi um estrangulamento brutal na economia real, ainda que, como temos visto, seja um mal necessário.

MFL não tem, neste momento, nada para acrescentar ao país. E mesmo ao PSD, e relembrando como muito bem fez o Paulo Ferreira, do discurso miserabilista e pejado do "nacional coitadismo" de Telmo Correia, o recurso de MFL a esta estratégia só mostra que não está neste "filme" com a postura adequada.

Portugal precisa de um discurso de ruptura, de ideias novas e de optimismo. Não precisa, de certo, do "cinzentismo" e da política críptica. Pedro Passos Coelho representa, neste sentido um lufada de ar fresco. E o PSD deve mostrar ao país que está pronto para o servir. Mesmo que isso signifique a possibilidade de não vencer as legislativas em 2009.

Estas eleições do PSD são um excelente sinal, como de resto já disse, de representar as diversas sensibilidades do centro-direita. De mostrar ao país uma alternativa válida a José Sócrates. De iniciar um caminho de revitalização da imagem daquele que é para muitos o maior partido português. Cabe aos seus militantes não perder a oportunidade de afirmar a dissonância de propostas de governação face ao PS. Cabe ao PSD dar um sinal claro de que quer servir o país. E para isso, não pode vencer um candidato que representa, na melhor das hipóteses, uma possibilidade de sucesso a curto prazo de retomar o poder, e um regresso a políticas com mais de dez anos.

O PSD não merece um líder assim, e o país muito menos.

"Pensar o passado para compreender o presente e preparar o futuro" - Heródoto
1 comentário

O João Almeida lançou, no início deste mês, uma petição, aqui, no Câmara de Comuns, pela defesa da reposição do Cais das Colunas no Terreiro do Paço.

Os dias passaram e não tive mais conhecimento do desenvolvimento da petição, até que, ao ler a última edição do Expresso, encontro, num dos escritos de Fernando Madrinha, um texto que se centra apenas na recolocação do Cais das Colunas, tendo como referência a petição que está a correr na net. Apesar do articulista do semanário não referir a sua proveniência, nem o seu autor, não deixa de merecer destaque a iniciativa que o João Almeida espoletou.

Tags:
comentar

«Na prática, dos quatro mil milhões de euros, houve logo 3,250 mil milhões que voltaram à base. Ou seja, a União Europeia paga como um todo, mas há dois ou três países da UE que estão aqui a ter lucro», denunciou.

 

«Se calhar só pela força é que vão aceitar uma situação destas», concluiu este responsável militar, que entende que os erros que se estão a cometer no Kosovo podem levar à existência de mais desequilíbrios nos Balcãs.

 


 

 

 

Tags:
Pesquisar
 
Contactos
camaradecomuns@sapo.pt

Editorial

Visitantes online

Comentários Recentes
Para mim casamento deve ser entre um homem e uma m...
Caro RFCom a modéstia com que foi escrito, podes t...
N sei q espirito deus aspirou pr a Africa. este co...
Mocambique està mais que tudo isto, sinto d...
e há cartas que nunca chegam.
Aguem colocou esta carta excelente na página de PP...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Τambém gosto de brincar aos pobrezinhos.NUNCA MAIS...
Everdade este pais precisa de um bom governador k ...
Casino EstorilA falta de escrúpulos veio para fic...
Tags

todas as tags

Links

Esquerda

5 dias
A barbearia do senhor Luís (Luís Novaes Tito)
A Busca pela Sabedoria (Micael Sousa)
A Forma e o Conteúdo (José Ferreira Marques)
A Forma Justa (Tiago Tibúrcio)
A Linha-Clube de Reflexão Política
A Nossa Candeia (Ana Paula Fitas)
Absorto (Eduardo Graça)
Activismo de Sofá (João R. Vasconcelos)
Adeus Lenine
Arrastão
Aspirina B
Banco Corrido (Paulo Pedroso)
Bicho Carpinteiro
Câmara Corporativa
Câmara de Comuns
Cantigueiro
Causa Nossa
Cortex Frontal
Defender o Quadrado (Sofia Loureiro dos Santos)
Der Terrorist (José Simões)
Entre as brumas da memória (Joana Lopes)
Esquerda Republicana
Hoje há conquilhas (Tomás Vasques)
Irmão Lúcia (Pedro Vieira)
Jovem Socialista
Jugular
Ladrões de Bicicletas
Les Canards libertaîres
Léxico Familiar (Pedro Adão e Silva)
Loja de Ideias
Luminária
Machina Speculatrix (Porfírio Silva)
Maia Actual
Mãos Visíveis
Mário Ruivo
Metapolítica (Tiago Barbosa Ribeiro)
Minoria Relativa
O Grande Zoo (Rui Namorado)
O Jumento
O Povo é Sereno
Raiz Política
Rui Tavares
Spectrum
Vias de facto
Vou ali e já venho (André Costa)
Vozes de Burros

Direita

31 da Armada
4R – Quarta República
A Arte da Fuga
A Douta Ignorância
A Origem das Espécies (Francisco José Viegas)
Abrupto (José Pacheco Pereira)
Albergue Espanhol
Alunos do Liberalismo
Blasfémias
Causa Monárquica (Rui Monteiro)
Clube das Repúblicas Mortas (Henrique Raposo)
Corta-fitas
Delito de Opinião
Era uma vez na América
Estado Sentido
Geração Rasca
Herdeiro de Aécio
Macroscópio
Menino Rabino (Marco Moreira)
Mercado de Limões (Tiago Tavares)
Minoria Ruidosa (Miguel Vaz)
O Cachimbo de Magritte
O Diplomata (Alexandre Guerra)
O Insurgente
Ordem Natural (Rui Botelho Rodrigues)
Palavrossavrvs Rex (Joaquim Carlos Santos)
Portugal Contemporâneo
Portugal dos Pequeninos
Psicolaranja
República do Caústico (João Maria Condeixa)
Rua da Judiaria
Suction with Valcheck
União de Facto

Outros

A Baixa do Porto (Tiago Azevedo Fernandes)
A Cidade Deprimente
A Cidade Supreendente
A Terceira Noite
Clube dos Pensadores (Joaquim Jorge)
De Rerum Natura
É tudo gente morta
Horas Extraordinárias (Maria do Rosário Pedreira)
Notas ao Café
O Diplomata
Arquivo

Abril 2015

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008